14/2/20 18:11
Atualizado em 14/2/20 às 18:44

Flamengo X Athletico-PR: interdições serão feitas perto do Estádio

Não será permitida a entrada de objetos pontiagudos, capacetes, buzinas, instrumentos musicais e mastros de bandeiras 

A primeira partida de futebol após o consórcio Arena assumir a administração no Estádio Mané Garrincha ocorrerá neste domingo (16). A partir das 11h, Flamengo e Athletico-PR se enfrentam pela Supercopa do Brasil. Para a realização do jogo, serão feitas mudanças pontuais no trânsito ao final do jogo. A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) fará linhas de travessia de pedestres nas vias N1 e S1, na altura do Centro de Convenções no início e ao final do jogo.

A abertura dos portões está prevista para ocorrer por volta das 8h. Não há previsão de fechamento de vias antes do jogo. A partir das 12h20 será feita a inversão de trânsito na avenida que contorna o Estádio. A interdição será feita a partir do balão próximo à 5º Delegacia de Polícia. Desta forma, os motoristas que deixarem os veículos no estacionamento do Mané Garrincha deverão seguir pela avenida em frente ao autódromo, até o Setor Militar Urbano, de onde poderão seguir para seu destino.

“Queremos impactar o mínimo possível a vida da população. Outra coisa, é que o jogo será realizado num domingo, em que não há um grande fluxo de veículos, não sendo necessário fazer a interdição de outras vias”, explicou o subcomandante do Comando de Policiamento de Trânsito (CPTran) da Polícia Militar, coronel Eduardo Condi.

Os torcedores poderão utilizar os estacionamentos do estádio, assim como do Parque da Cidade, Funarte, Torre de TV, Anexo do Palácio do Buriti e adjacências. A orientação do órgão de trânsito é que se estacione em locais permitidos.

Haverá revista pessoal realizada por empresa de segurança privada, contratada pelos organizadores. Objetos pontiagudos, buzinas, instrumentos musicais, mastros de bandeiras são proibidos e ficarão retidos na entrada. A PMDF vai apoiar a ação, caso necessário.

Um alerta do chefe de Planejamento do Comando da Região Metropolitana, da PMDF – responsável pelo planejamento operacional – major Ricardo Kotama, é com relação a capacetes. “A revista será realizada pela segurança contratada pelos organizadores, mas a PMDF poderá fazer intervenções, se necessário. Não será permitida a entrada de capacetes. Não há guarda-volumes no local e percebemos, em outros jogos, que muitas pessoas chegam com esses objetos”, alertou.

É importante que os torcedores respeitem a localização exata do ingresso que compraram. Todos deverão assistir ao jogo sentados, como preconiza o Estatuto do Torcedor. Os organizadores contrataram segurança privada e orientadores para facilitar a localização do assento. De acordo com Kotama,  a PMDF dará o apoio para que esta regra seja respeitada.

Não haverá separação de torcidas. Pela primeira vez, as cadeiras foram vendidas de forma numeradas. “A venda dos bilhetes foi feita por meio de CPF. Desta forma, temos a localização exata de todos os torcedores. Faremos o monitoramento de todo o espaço por meio do sistema de câmeras do Estádio. Qualquer tumulto ou movimentação, poderemos atuar de forma mais precisa e responsabilizar individualmente o torcedor”, completou Kotama.

As torcidas organizadas serão acompanhadas por policiais militares entrada e saída e serão do local da partida.

A Polícia Militar atuará com o efetivo convencional e apoio de tropas especializadas, como Batalhão de Policiamento com Cães (BPCães), Batalhão de Choque (BpChoque), Rotam, Regimento de Polícia Montada (Cavalaria). “Por conta do grande número de pessoas que estão sendo aguardadas, preparamos um plano específico de atuação para garantir a segurança da população”, comentou o chefe de planejamento.