26/2/20 13:01
Atualizado em 26/2/20 às 13:01

Metrô-DF registra menos ocorrências no Carnaval

Parceria entre agentes metroviários e integrantes das forças policiais garante transporte seguro nos dias de folia

Com aumento no efetivo da segurança, a Companhia do Metropolitano do DF (Metrô-DF) registrou menos ocorrências de vandalismo durante os quatro dias de folia. Durante o Carnaval, a empresa manteve uma frota disponível de 27 trens, transportando um número total de 235 mil passageiros. O sábado registrou o maior fluxo de usuários: 78 mil pessoas. De sábado (22) a terça-feira (25), a média diária foi de 59 mil usuários. Em 2019, a média no Carnaval foi de 73 mil pessoas e, em 2018, de 64 mil.

A Operação Carnaval do Metrô-DF começou na sexta-feira (21). Foram mobilizados 870 empregados, entre diretos e indiretos. Também atuaram em plantão de 24 horas empregados da Manutenção para o pronto restabelecimento dos trens que sofreram algum tipo de dano em equipamentos e sistemas. Além disso, uma equipe da Ouvidoria se revezou para prestar atendimento ao usuário.

No total, este ano, nove trens da companhia sofreram danos em portas, janelas ou extintores, tendo sido danificadas seis janelas, quatro portas e 21 extintores. Outros atos de menor dano operacional foram registrados nesse período, levando à necessidade de reparos localizados em quatro capas de botões de emergência e limpeza de pichação em quatro trens.

Em 2019, foram danificados vidros de 5 janelas, 12 portas, 68 capas de botões de emergência, 12 extintores e 3 luminárias, totalizando 24 trens atingidos. Em 2018, 26 trens foram vandalizados, sendo danificadas 48 janelas, 25 portas e 21 extintores. Além disso foram necessários reparos em 118 capas de botões de emergência e cinco luminárias. Três trens também foram alvo de pichações.

*Com informações da Companhia do Metropolitano do DF