29/2/20 12:15
Atualizado em 29/2/20 às 12:15

Landi, do interior de Minas ao cachorro-quente da 405 Sul

Dono de um dos carrinhos de sanduíche mais populares da cidade, Landi Inácio de Oliveira construiu a vida graças aos pães e salsichas. “Brasília é uma cidade de oportunidades. Uma maravilha!”, afirma

53dias para os 60 anos de Brasília

Em homenagem à capital federal, formada por gente de todos os cantos, a Agência Brasília está publicando, diariamente, até 21 de abril, depoimentos de pessoas que declaram seu amor à cidade. 

 

A região da 405/406 e 205/206 Sul passou a ser um lugar especial para o empreendedor. O formato das superquadras, diz, o ajuda. Foto: Renata Moura/Agência Brasília

 

“Cheguei em Brasília em 1964, com 10 anos de idade. Viemos de João Pinheiro, Minas Gerais. Hoje, tenho 56 anos e trabalho no comércio. É a minha principal fonte de renda. Eu e meus nove irmãos trabalhamos juntos vendendo cachorro-quente, na 405 Sul. São 33 anos nesse mesmo ponto. 

Com 12 anos, comecei a trabalhar na antiga padaria Delícia, na 206 sul, onde fui funcionário por 11 anos. Em 1987, me surgiu a ideia de montar o cachorro-quente aqui, na proximidade da padaria, porque queria aproveitar os clientes.

É uma cidade acolhedora, uma cidade que traz uma tranquilidade e uma segurança, que nenhuma outra cidade do país tem. Brasília, pra mim, é um lugar ideal para se morar, trabalhar e criar os filhos.

Quando comecei, essa era uma fonte de renda a mais, depois passou a ser a principal e única. Confesso que o movimento no cachorro-quente me surpreendeu, porque aos pouquinhos a coisa foi crescendo. Para você ter uma ideia, hoje, somos nós mesmos que fazemos o pão e produzimos a batata palha. Hoje temos até uma central que produz tudo! 

Essa região da 405/406 e 205/206 Sul passou a ser um lugar muito especial pra mim. O formato em que essas superquadras foram concebidas, ajuda muito no meu comércio. Aqui, pra mim, é uma referência e não pretendo mudar o ponto nunca. 

Trabalho com carinho e capricho para atender os clientes. Acho que isso é que fez eu ter esse sucesso porque o público de Brasília é exigente. Na rua, você tem que ter um diferencial. A pessoa precisa ter confiança naquilo que é oferecido. 

Tenho muito que agradecer por tudo que Brasília me deu. Brasília me abriu as portas e, claro, eu agarrei. É uma cidade acolhedora, uma cidade que traz uma tranquilidade e uma segurança, que nenhuma outra cidade do país tem. Brasília, pra mim, é um lugar ideal para se morar, trabalhar e criar os filhos. Para se ter sucesso aqui, basta que você tenha força de vontade, perseverança e, claro, você precisa saber o que realmente quer pra sua vida!

Brasília é uma cidade de oportunidades. Uma maravilha!

Landi Inácio de Oliveira, 56 anos, dono do cachorro-quente do Landi, mora em Vicente Pires

Depoimento concedido à jornalista Renata Moura