13/3/20 17:30
Atualizado em 13/3/20 às 18:18

Estabelecimentos devem ter cuidados para evitar coronavírus

Defesa Civil iniciou vistorias em estabelecimentos comerciais com grande circulação de pessoas, como shoppings, boates e asilos. É mais uma medida do GDF para evitar a disseminação da enfermidade

Com o objetivo de dar orientações sobre a prevenção do coronavírus, a Subsecretaria do Sistema de Defesa Civil, vinculada à Secretaria de Segurança Pública (SSP/DF), iniciou vistorias em estabelecimentos comerciais com grande circulação de pessoas, como shoppings e boates e asilos. Inicialmente, 68 locais foram escolhidos para receberem a visita da equipe técnica do órgão, mas o número poderá ser maior.

“Já vistoriamos 35 estabelecimentos desde o início dos trabalhos. Não há intenção de interdição, mas de constatação e orientação quanto à prevenção. O objetivo é verificar se estão sendo oferecidos os itens básicos de higiene necessários, como álcool em gel e sabão em banheiros”, explicou o subsecretário da Defesa Civil, Sérgio Bezerra.

De acordo com o subsecretário, os asilos foram escolhidos por abrigarem o público que tem maior letalidade nos casos de contaminação – os idosos. Ao se deparar com uma situação de descumprimento das orientações, o agente fará a orientação quanto a forma correta de funcionamento do local”, finalizou Bezerra.

Na rotina de trabalho, alguns procedimentos já haviam sido adotados pelos servidores da Subsecretaria, como cumprimentos pessoais com os punhos e distribuição de álcool em gel no local de trabalho e em viaturas. A participação em palestras, seminários, cursos e encontros coletivos foram suspensos por 30 dias, a não ser aqueles emergenciais ou convocados por outras instituições.

Medidas de emergência

Esta é mais uma medida do Governo do Distrito Federal para evitar a disseminação da patologia. Nesta semana, o GDF publicou um decreto que suspende aulas e eventos que reúnam mais cem pessoas. A medida foi necessária para resguardar a população do Distrito Federal por conta da disseminação do novo coronavírus, que atingiu vários países e foi classificada como uma pandemia pela Organização Nacional de Sáude (OMS). Por conta da medida, eventos foram suspensos ou cancelados.

Militares do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal participaram de curso promovido pela Secretaria de Saúde – o I Curso de Atualização em Coronavírus (Covid-19). O objetivo foi atualizar as equipes de atendimento pré-hospitalar quanto aos dados da doença, além de lembrar as medidas de prevenção e controle, com orientações para o uso racional dos equipamentos de proteção individual (EPIs).

A Polícia Militar do Distrito Federal adotou cuidados básicos de higiene e assepsia como parte do protocolo em abordagens policiais, tendo em vista os perigos a que as equipes estão expostas todos os dias, em trabalhos nas ruas. Os policiais são orientados a utilizar luvas em abordagens pessoais e a realizar assepsia das mãos com álcool em gel.

Já a Polícia Civil do Distrito Federal, por meio do departamento médico da instituição, está acompanhando atentamente a situação e avaliando se haverá alguma mudança nos atendimentos. Materiais, como álcool, máscaras e luvas estão sendo distribuídos aos servidores e está em andamento o processo para aquisição de mais produtos.

Medidas de contenção do vírus também foram adotadas pela Subsecretaria do Sistema Penitenciário (Sesipe), vinculada à SSP/DF. A Subsecretaria suspendeu as visitas nas unidades prisionais até a próxima sexta-feira (20). Após o período, a medida será reavaliada.

Cartilhas e material informativo foram distribuídos a servidores e visitantes. As informações foram repassadas aos reeducandos. A Sesipe também solicitou à Secretaria de Saúde um plano de contenção específico para o ambiente carcerário. A medida foi informada aos órgãos de Justiça. “Estamos tomando os cuidados necessários para resguardar servidores e internos”, explicou o subsecretário da Sesipe, Adval Cardoso.

O Detran ainda orientou os servidores quanto aos cuidados necessários no atendimento ao público e abordagem a condutores, conforme as orientações da Secretaria de Saúde, está em tratativas com outras secretarias para aquisição de materiais e equipamentos de proteção individual para todos os servidores e disponibilizou um canal de comunicação direta com a Secretaria de Saúde, em caso de suspeita de contaminação.

À população, o Detran recomenda utilizar o site da autarquia, evitando a ida desnecessária aos postos de atendimento. Há 11 serviços disponíveis no portal, como emissão de de autorização para estacionar em vagas especiais e segunda via da documentação do veículo.

*Com informações da Secretaria de Segurança Pública