18/3/20 19:36
Atualizado em 19/3/20 às 16:30

Gestos que fazem toda a diferença no combate à Covid-19

Depois do reforço da Ambev no abastecimento de álcool em gel em hospitais públicos, sindicato segue o exemplo e doa uma tonelada de sabão em pó para a Papuda

Fardos de sabão foram levados em uma Kombi à unidade prisional, escoltados por carros da polícia penitenciária | Foto: Renato Alves / Agência Brasília

Uma das formas de combater a expansão da Covid-19, doença provocada pelo coronavírus, é a limpeza de ambientes e higiene pessoal. Por isso, tem aumentado o uso de produtos em residências, repartições públicas e empresas privadas. Não é diferente no Complexo Penitenciário do Distrito Federal, a popular Papuda. O reforço na dosagem dos insumos em celas, alas e pátios da maior penitenciária de Brasília tem surtido efeito. Porém, o estoque esgotou antes do prazo previsto.

Um dos produtos esgotados é o sabão em pó. Para repor a dispensa da Subsecretaria do Sistema Penitenciário com este que é o insumo mais usado na assepsia, o Governo do Distrito Federal contou mais uma vez com a ajuda da iniciativa privada.

Depois de os hospitais da Rede Pública de Saúde receberem álcool em gel fabricado pela Ambev (maior fabricante de cerveja do país), agora são os membros da diretoria do Sindicato do Comércio Atacadista do DF (Sindiatacadista-DF) que dão uma demonstração de solidariedade.

Na tarde desta quarta-feira (18), o Sindiatacadista-DF fez a doação de mais de uma tonelada de sabão em pó para o Complexo da Papuda (veja mais no vídeo abaixo). A entrega é feita na Penitenciária do Distrito Federal (PDF). O ato da doação foi acompanhado pelo secretário de Governo, José Humberto.

Segundo o secretário, para realizar uma nova compra o GDF teria de fazer um contrato emergencial, que levaria cerca de 15 dias para ser aprovado. Neste sentido, a ajuda da iniciativa privada veio em boa hora.

“Foi um pedido do governador Ibaneis Rocha feito ao Sindiatacadista e atendido plenamente. Muito obrigado, em nome do governo. A crise é de todos nós. Juntos podemos vencer esse momento difícil”, agradeceu José Humberto.

Assista ao vídeo:


Escolta

Os fardos de sabão foram levados em uma Kombi à unidade prisional, escoltados por carros da polícia penitenciária. Na porta do PDF-1 estava o subsecretário do Sistema Penitenciário do DF, Adval Cardoso de Matos. Segundo ele, a tonelada de sabão em pó será distribuída em todas as unidades do DF.

“O momento é bem oportuno. Chegou em boa hora. Só em cada uma dessas unidades [PDF 1 e PDF II] temos 4,5 mil presos. Não podemos relaxar com a limpeza”, alerta Adval.

Diz o adágio popular que “nos momentos de crise é que surgem as soluções”. A doação de álcool em gel da Ambev e do sabão em pó feita pelo Sindiatacadista é uma prova disso. “Nesse momento de combate ao coronavírus, temos de nos unir e apresentar soluções para os problemas surgidos durante a pandemia”, concluiu Clair Dalberto, membro do Sindiatacadista.