18/3/20 13:38
Atualizado em 18/3/20 às 13:49

Região de Saúde Sudoeste reúne comitê de monitoramento

Iniciativa visa atualizar Plano de Contingência e deixá-lo mais eficaz para combater a pandemia

Uma das propostas da reunião é fazer uma rede de multiplicadores no atendimento de saúde | Foto: Secretaria de Saúde / Divulgação

Gestores, diretores e demais representantes dos núcleos e direções da Região Sudoeste de Saúde se reuniram, nesta terça-feira (17), no auditório do Hospital Regional de Taguatinga (HRT) para uma nova reunião do Comitê de Monitoramento de Emergências de Saúde Pública da Região de Saúde Sudoeste (Cmesp Sudoeste). Na oportunidade foram discutidas as atualizações do Plano de Contingência para o Novo Coronavírus e o plano de ação da região de saúde.

A iniciativa visa subsidiar a área técnica acerca da assistência aos possíveis casos de Covid-19, com definição do fluxo de encaminhamento e monitoramento dos pacientes para isolamento domiciliar.

“O cenário da epidemia muda a cada dia. E, por isso, o comitê vem avaliando e trabalhando as ações de enfrentamento ao novo coronavírus. O objetivo é atualizar as informações e o fluxo de atendimento para garantir a saúde dos servidores, colaboradores e da população”, destaca o superintendente da Região Sudoeste de Saúde, Luciano Agrizzi.

O comitê ainda destacou a importância de otimizar a comunicação e os recursos técnicos da região de saúde, fez recomendações sobre as medidas de proteção para profissionais e pacientes, e ainda sobre a importância do cumprimento do plano de ação para o enfrentamento à pandemia.

“Monitorar a situação epidemiológica do território da Região Sudoeste, em tempo oportuno, é uma forma de colaborar com medidas mais eficazes, e assim garantir a saúde da população”, pontua o diretor de Atenção Primária da Região Sudoeste, Rodrigo Miranda.

Uma das propostas da reunião é fazer uma rede de multiplicadores nas áreas médicas e de assistência na região de saúde. A ideia é promover o compartilhamento de discussões, atualizações e ações tratadas no comitê de monitoramento.

Cmesp

O Comitê de Monitoramento de Emergências de Saúde Pública da Região de Saúde Sudoeste foi instituído em 10 de março, com o objetivo de avaliar e acompanhar, no âmbito da Região Sudoeste, questões inerentes ao contexto epidemiológico do novo coronavírus.

Algumas das atribuições do comitê são: analisar os padrões de ocorrência, distribuição e confirmação dos casos suspeitos de Covid-19; elaborar os fluxos e protocolos de vigilância, assistência e laboratório para o enfrentamento no âmbito do SUS DF; e organizar ações que visem a capacitação dos servidores, de forma a ampliar o potencial de resposta para essa emergência de Saúde Pública.

O comitê vem atuando de forma conjunta e em parceria com outros órgãos e setores internos e externos à Secretaria de Saúde, e atuará por um período de seis meses podendo haver a prorrogação por períodos consecutivos, após análise da situação epidemiológica da ocorrência do Covid-19, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) do Distrito Federal.

 

* Com informações da Secretaria de Saúde