21/3/20 9:09
Atualizado em 21/3/20 às 9:41

DF Legal interdita mais de mil comércios no DF

Paranoá foi a cidade campeã em bares, distribuidoras e restaurantes fechados por descumprir decreto que proíbe aglomerações. Se houver insistência, será aplicada multa de até R$ 12 mil. A operação vai até 5 de abril 

Mais de mil estabelecimentos comerciais do DF foram fechados e interditados pela Secretaria DF Legal, em parceria com a PMDF, nesta sexta-feira. Muitos insistiam em permanecer abertos, mas foram orientados sobre a aplicação do decreto e a importância e impacto dessa atitude para a saúde coletiva frente à pandemia do Coronavírus. 

A operação continua até dia 5 de abril ou enquanto o decreto estiver vigente. Paranoá figurou entre as cidades com mais comércios fechados. Só na cidade foram cerca de 450 estabelecimentos comerciais. 

Foto: Secretaria DF Legal/Divulgação

Ficam excluídos da suspensão: clínicas médicas, laboratórios, farmácias, supermercados e lojas de materiais de construção e produtos para casa atacadistas e varejistas, minimercados, mercearias e afins, padarias, açougues, peixarias, postos de combustíveis, e operações de delivery. 

Neste primeiro momento, o DF Legal irá interditar os comércios que estiverem funcionando. Se houver insistência, será aplicada multa entre R$ 3.500 e R$ 12 mil, dependendo do tamanho da empresa. O valor dobra, diariamente, em caso de reincidência.

Ambulantes
Os ambulantes que insistirem nas vendas também serão autuados e terão as mercadorias apreendidas. Feiras livres não são permitidas e os feirantes cadastrados não devem migrar para o comércio informal, sob pena de multa, apreensão e prática de crime.


Serviço

Denúncias de comércios abertos podem ser feitas nos números 162, opção 2, ou 190 ou ainda 3961-5125/5126


* Com informações da Secretaria DF Legal