30/3/20 13:44
Atualizado em 31/3/20 às 14:52

SLU testa modelos de Papa Lixo no Altiplano Leste

Meta é instalar 382 novos equipamentos em todo o DF, cada um com capacidade para receber 5 metros cúbicos de resíduos

Meta do SLU é instalar 382 novos equipamentos do tipo em todo o DF | Foto: SLU / Divulgação

Atendendo a uma demanda da comunidade, o Serviço de Limpeza Urbana (SLU) instalou na última sexta-feira (27) três modelos de Papa Lixo na região do Altiplano Leste. Nesta fase inicial, a equipe técnica realiza testes para avaliar qual melhor estrutura para a operação naquela localidade.

Os contêineres semienterrados têm capacidade de 5 metros cúbicos (equivalente a uma caçamba) e permitem o armazenamento dos resíduos de forma segura e limpa, o que minimiza os riscos de proliferação de ratos e baratas. Os equipamentos ficam em pontos estratégicos, em que os caminhões tradicionais de coleta não conseguem entrar, evitando o descarte irregular por parte da comunidade. Depois de um determinado período, um caminhão com braço mecânico retira o material depositado, que é encaminhado para áreas de descarte do SLU, como o aterro sanitário.

A meta do SLU é instalar 382 novos equipamentos como esse em todo o Distrito Federal. Atualmente há 99 papas lixo em operação no DF. Os lugares de instalação são escolhidos estrategicamente para atender regiões de difícil acesso, onde há descarte irregular de lixo.

| Divulgação

No Altiplano Leste, a demanda pela instalação dos equipamentos partiu da própria associação de moradores. “Até um tempo atrás não tínhamos uma coleta de lixo regular, pois éramos uma área rural. Mas, com o tempo, foram surgindo novos condomínios e a região cresceu muito rapidamente, aumentando significativamente a geração de resíduos”, declarou o presidente da Associação dos Produtores Rurais do Altiplano Leste, Randolfo Martins.

“Tínhamos instalados alguns contêineres, mas era difícil manter a limpeza desses locais e havia muito descarte irregular. Solicitamos o papa lixo para o SLU e, agora, estamos nesta fase de testes. É uma excelente iniciativa e os equipamentos vão substituir nossos contêineres atuais”, acrescentou Randolfo.

A fase de testes, segundo o SLU, deve se estender pelo período de um mês. Definido o modelo mais adequado, os equipamentos serão instalados em definitivo na região do Altiplano Leste. Os locais receberão ainda projetos paisagísticos ao redor peças, para transmitir à população as mensagens de limpeza, saúde e cuidado com a cidade.

 

* Com informações do SLU-DF