3/4/20 17:20
Atualizado em 4/4/20 às 14:52

Ceasa é inspecionada com equipamento de última geração

Bombeiros utilizam câmera térmica que mede a temperatura das pessoas ainda no interior do veículo. Casos suspeitos são encaminhados ao hospital mais próximo

Tecnologia de ponta é utilizada pelos agentes a cada aproximação de veículos | Foto: CBMDF / Divulgação

Dando continuidade às ações de prevenção à Covid-19 no DF, o Corpo de Bombeiros (CBMDF) realizou nesta sexta-feira (3) a Operação Covid-19. Com câmeras térmicas de alta geração, a equipe fez a detecção de casos suspeitos da doença em todas as pessoas que entraram na Centrais de Abastecimento do Distrito Federal (Ceasa-DF).

Na detecção dos casos, uma câmera térmica mede a temperatura da pessoa ainda no interior do veículo. Se a pessoa estiver com temperatura acima de 37 graus, os bombeiros realizam uma segunda abordagem e fazem a medição novamente, com um termômetro de aproximação.

Se for constatada a temperatura alta mais uma vez, os bombeiros realizam um check-list de sintomas comuns da Covid-19, como falta de ar, tosse seca e fadiga, entre outros. Em caso positivo, uma viatura é chamada para encaminhar a pessoa ao hospital mais próximo, para realização de exames mais precisos.

Essa ação faz parte das recomendações do Governo do Distrito Federal ao autorizar, na tarde desta quinta-feira (2), a reabertura de 22 feiras permanentes do DF. A Ceasa está seguindo todos os protocolos indicados pelos órgão de saúde para evitar a disseminação e contágio da Covid-19.

Intensificação de ações

A Ceasa é responsável pelo abastecimento, em todo o Distrito Federal e Entorno, de alimentos e produtos agrícolas. A instituição tem trabalhado junto com o GDF para evitar a disseminação da doença em suas dependências.

Abordagem mais próxima aos condutores pode se desdobrar em encaminhamento de casos suspeitos a hospitais | Foto: CBMDF / Divulgação

Durante a ação desta sexta-feira (3), cartilhas explicativas foram distribuídas aos caminhoneiros. Também foi ampliada a fixação de displays de sabão em todos os banheiros e de álcool em gel no pavilhão, bem como foi intensificada a lavagem da Pedra, do Mercado da Agricultura Familiar, do Banco de Alimentos e de outros ambientes.

Informações sobre contágio e como evitar a doença também são exibidos em telões fixos no Pavilhão B8, o mais movimentado da Ceasa.

 

* Com informações da Ceasa-DF