5/4/20 12:12
Atualizado em 6/4/20 às 10:35

Comércio eletrônico surge como solução para artesãos do DF

Secretaria de Turismo e entidades ligadas ao setor se unem para enfrentar a crise provocada pela pandemia

Com o lançamento do aplicativo Square City, artesãos poderão divulgar e vender seus produtos pelo sistema on-line | Foto: Divulgação / Setur

O artesanato sempre esteve entre as pautas prioritárias da Secretaria de Turismo (Setur). Diante do cenário imposto pela pandemia de coronavírus, a secretaria se uniu à Federação das Associações de Artesãos do DF e Entorno (Faarte/DF) e às demais associações do setor para criar uma plataforma de vendas on-line.

Assim foi lançado o aplicativo Square City, com a meta de firmar o artesanato virtual de Brasília para incentivar as vendas e apoiar os pequenos produtores da cidade. Trata-se de uma plataforma colaborativa para conectar o turista à cidade e proporcionar novas experiências de venda. A loja virtual será acessada pelo link www.squarecity.app.

“Estamos vivendo o impacto da crise em todas as atividades do setor”, lembrou a secretária de Turismo, Vanessa Mendonça, durante uma videoconferência com as representações do artesanato local. “Vamos trabalhar a realidade de hoje, já preparando com o trade [negociação simultânea de compra e venda] as ações para a retomada”.

Novas oportunidades

O presidente da Faarte/DF, Herbert Amorim, reforçou que a solução é a mais adequada para o momento. “Analisamos diferentes plataformas, e a mais completa é a da Square City”, disse. “Estamos criando um movimento de todos para todos”.

A mesma avaliação foi feita pela presidente do Sindicato dos Artesãos do DF, Sandra Madeira. “Essa iniciativa é necessária em um momento difícil”, destacou. “As pessoas estão preocupadas e buscando soluções. A Setur está de parabéns, e tenho certeza que a plataforma vai ajudar muitos artesãos do DF”.

O diretor-executivo da Square City, Helder da Silva Ramos, ressalta que a assinatura do Termo de Cooperação Técnica (TCO) entre a Setur e a plataforma também vai facilitar a vida do turista, que terá todas as informações na palma da mão. “A ideia é deixar todo mundo interligado, criando mais oportunidades de venda”, resume. “Vamos oferecer uma experiência e produtos locais de forma integrada, colaborativa e inteligente”.

“A ideia é deixar todo mundo interligado, criando mais oportunidades de venda”Helder da Silva Ramos, diretor-executivo da Square City

Como fazer parte

Após contratado o aplicativo – operação para a qual não há custo –, o artesão deve aguardar a liberação do administrador para iniciar o cadastro de produtos e, em seguida, preencher um formulário. Depois de feito o cadastro de todos os produtos, é gerado um QR Code e um link próprio da loja virtual para ser compartilhado. A partir desse momento, as vendas podem ser iniciadas.

 O cadastro pode ser acionado pelo link www.square-city.com.

 

* Com informações da Setur