8/4/20 20:50
Atualizado em 9/4/20 às 9:29

Interdição na pista do BRT Sul começa nesta quinta-feira (9)

Troca de asfalto deve durar pelo menos três meses

Um trecho de aproximadamente mil metros da pista do BRT Sul passará por reforma a partir desta quinta-feira (9/4) e precisará ser interdito. O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) vai trocar o asfalto comum pelo de concreto, que é mais resistente.

A mudança ocorrerá na faixa exclusiva do BRT que passa embaixo do viaduto Camargo Correa (sentido L2 Sul e Guará) ligando o túnel de acesso ao aeroporto. A pista serve principalmente aos moradores do Gama e Santa Maria que utilizam o meio de transporte.

A interdição será nos dois sentidos – tanto para o Gama quanto para o Plano Piloto. Neste trecho, os ônibus do BRT serão desviados para o fluxo comum de carros. Por exemplo, os ônibus que trafegam pela faixa exclusiva, no sentido ao Gama, deverão pegar a pista normal um pouco depois do viaduto Camargo Correa.

Após o balão do aeroporto, no sentido Gama, os veículos do BRT retornarão para a faixa exclusiva através de um acesso criado pelo DER sobre o canteiro central da pista que leva à floricultura do Núcleo Bandeirante.

A interdição deve durar pelo menos 90 dias. Se faz necessária porque o concreto é mais resistente que a malha asfáltica comum. Segundo o superintende de 0bras do DER, Cristiano Cavalcante, o trecho do BRT entre o viaduto Camargo Correa e o túnel de acesso ao aeroporto é o único do BRT que não é de concreto. “Suportará mais peso, como são os ônibus do BRT”, explica Cristiano. 

Galeria de Fotos

Interdição na pista do BRT Sul