8/4/20 14:26
Atualizado em 8/4/20 às 14:48

Três empresas apresentam estudos para concessão da Rodoviária do Plano Piloto

Após ajustes, Semob promoverá audiência pública para ouvir cidadãos e demais interessados

Das seis empresas autorizadas a elaborar proposta de viabilidade técnica para gerir o complexo da Rodoviária do Plano Piloto, três delas apresentaram os estudos dentro do prazo previsto, 6 de abril de 2020.

São elas:

1- Central Engenharia e Construtora LTDA /Concrepoxi Engenharia LTDA/Construtora Artec S.A./Meta Serviços e Projetos/Reluz Engenharia LTDAME;

2- Companhia de Participações em Concessão/HP Transportes Coletivos LTDA; e

3- Socicam Administração, Projetos e Representações LTDA/GransdPark Informática e Gestão de Estacionamento 145DF LTDA.

Os estudos abrangem propostas para a recuperação estrutural, modernização, manutenção, operação e gestão do terminal rodoviário. Incluem também avaliação jurídica e econômico-financeira que resultarão no modelo para a concessão e critérios para o leilão.

O material apresentado será avaliado por uma comissão técnica da Secretaria de Transporte e Mobilidade do DF (Semob), que selecionará um dos estudos para dar continuidade ao processo.

De acordo com o edital de Chamada Pública nº 05/2019, os estudos são desenvolvidos a custo zero ao GDF. A empresa vencedora da futura licitação é que deverá ressarcir a autora do projeto que vier a ser escolhido pela Semob.

Próximas fases

Após ajustes, o estudo selecionado será apresentado em audiência pública para futuros usuários, potenciais licitantes e demais interessados.

Depois da audiência o estudo será submetido ao Tribunal de Contas do DF (TCDF). Só depois desta análise será divulgado o edital de licitação.

 

* Com informações da Semob