24/4/20 16:35
Atualizado em 24/4/20 às 16:35

Escola Classe 01 Porto Rico tem obras retomadas

Capacidade da escola passará de 540 para 600 estudantes. Educação Infantil e anos iniciais poderão ser em tempo integral

Esta semana, foram retomadas as obras de reforma e ampliação, com adequações à acessibilidade, na Escola Classe 001 Porto Rico, em Santa Maria.

Um investimento de R$ 1.590.020,38, com recursos da Secretaria de Educação, que vai entregar à comunidade escolar local novas salas de aula, refeitório renovado, parquinho, quadra poliesportiva coberta, entre outras estruturas que preservem a segurança e o futuro das crianças por meio da educação. A licitação foi realizada pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap).

A obra, uma das prioridades do GDF, tem prazo de entrega em outubro.

“A área de Porto Rico está em fase de regularização. Muitas famílias precisam da unidade pronta para deixar seus filhos, com confiança, enquanto saem para trabalhar. Nossa expectativa é providenciar uma ampla melhoria no local e finalizar o ano com uma escola totalmente renovada e adequada aos estudantes, professores e gestores”, afirma o secretário de Educação, João Pedro Ferraz.

Com a adequação dos espaços e a ampliação do número de salas de aula de 11 para 20, a expectativa da Coordenação Regional de Ensino de Santa Maria é ampliar também as matrículas, e passar de 540 para aproximadamente 600 estudantes, em 2021.

A Educação Infantil e os anos iniciais do Ensino Fundamental poderão ser ofertados em tempo integral, uma demanda antiga de Porto Rico. “Esta escola está no coração da comunidade. As crianças vão passar o dia recebendo educação, alimentação e toda atividade pedagógica. Como elas têm até 10 anos de idade, sem muita autonomia, é importante oferecer, ainda, segurança e afastar os perigos. Há somente vantagens com a entrega da unidade”, destaca o coordenador regional, Augusto Freire.

Em alguns pontos da escola já reformados ou em uso pelos estudantes foi verificada a necessidade de pequenos reparos. A cozinha, apesar de concluída, terá reformado o forro de PVC no depósito de gêneros alimentícios. Também necessitam de intervenções a quadra poliesportiva e as salas de múltiplos usos do Bloco E.

Serviços que serão executados na EC 01 Porto Rico:

Edificações

» Conclusão dos acabamentos de piso, parede e teto do Bloco F, que foi ampliado, bem como instalação de esquadrias, execução das instalações hidrossanitárias e elétricas e readequação dos sanitários para a NBR 9050/2015;
» Conclusão dos fechamentos laterais da cobertura da quadra poliesportiva e acabamento, pintura e demarcação do piso;
» Adequação dos sanitários de funcionários à NBR 9050/2015;
» Conclusão dos depósitos e área de serviços com a instalação da cobertura, acabamentos de piso e paredes e instalação de louças e acessórios;
» Conclusão das instalações elétricas e hidrossanitárias das salas multiuso e dos sanitários, instalação de louças e metais, conclusão dos acabamentos de piso, parede e teto.

Paisagismo:

» Conclusão do paisagismo e fechamento das canaletas de drenagem próximos ao parquinho;
» Conclusão do paisagismo e fechamento das canaletas de drenagem próximos ao Bloco E;
» Conclusão do paisagismo e fechamento das canaletas de drenagem próximos ao Bloco F.

Urbanização:

» Readequação do parquinho;
» Conclusão da drenagem do estacionamento e pintura das vagas;
» Conclusão das calçadas e rampas e fechamento das canaletas de drenagem.

Histórico

As obras na escola tiveram início em 2014 com a primeira licitação e, devido a problemas financeiros na época, foi se arrastando até 2016, quando foi solicitada rescisão de contrato pela empresa executora. Para manter a segurança e o ensino na unidade, a Novacap tomou providências para o funcionamento da cozinha, com a conclusão de instalações elétricas e hidráulicas, reparos nas canaletas da quadra e do Bloco F e a construção de calçados e a pintura do bloco E.

Além de deixar a escola em condições de continuar funcionado com a conclusão de alguns serviços inacabados pela empresa contratada, a Novacap providenciou o isolamento das áreas em obra com o fechamento em tapumes, para garantir a segurança das crianças, já que a unidade continuou funcionando durante a execução das obras e quando das paralisações.

Em 2017, uma nova empresa venceu o processo de licitação para executar as obras que finalizariam em janeiro de 2018. Com a lentidão das obras e a falta de retorno da empresa à fiscalização realizada pela Novacap, o contrato foi rescindido e aplicada multa. Com isso, foi chamada a segunda colocada na licitação. A empresa negou a convocação da Novacap, que precisou realizar uma terceira licitação em 2019. Após o prazo de recursos das 11 empresas participantes, no início deste ano foi definida a responsável pela retomada das obras na unidade, a Anglos Construções LTDA.

* Com informações da Secretaria de Educação