28/4/20 15:08
Atualizado em 28/4/20 às 15:16

BRB lidera concessão de crédito imobiliário no primeiro trimestre

De janeiro a março, banco financiou mais de R$ 339,6 milhões em unidades habitacionais

O Banco de Brasília (BRB) conquistou a liderança na concessão de crédito imobiliário no Distrito Federal no primeiro trimestre de 2020. O banco tem 40% de market share, segundo ranking da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip).

De janeiro a março, o BRB financiou mais de R$ 339,6 milhões em unidades habitacionais. O banco tem, desde dezembro do ano passado, a menor taxa de juros de crédito imobiliário do mercado: a partir de 6,49% ao ano.

Para o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, a liderança no primeiro trimestre reforça o que o banco tem feito para ser a instituição financeira de preferência da população do Distrito Federal.

“O BRB tem atuado para ser, cada vez mais, um banco ágil, moderno e completo. A liderança na concessão de crédito imobiliário por três meses seguidos evidencia que os nossos esforços transformaram o BRB em um banco, de fato, competitivo e do tamanho que Brasília merece”, disse.

A taxa de financiamento de 6,49% ao ano é válida para imóveis enquadrados no Sistema Financeiro de Habitação (SFH – imóveis residenciais de até R$ 1,5 milhão) e no Sistema Financeiro Imobiliário (SFI – imóveis com valor superior a R$ 1,5 milhão). O índice é aplicado tanto em operações novas quanto em portabilidade.

O financiamento imobiliário é direcionado a todos os clientes do Banco, servidores públicos ou não. No caso dos empregados do GDF, valores pré-aprovados para o segmento já estão disponíveis no aplicativo do BRB.

O prazo máximo do contrato é de 420 meses e o valor financiado pode chegar a 80% do total do imóvel.

Para a aquisição do financiamento, o cliente precisa, durante toda a vigência do contrato, ter conta corrente no banco, crédito mensal de salário na instituição, cartão de crédito BRB e mobile banking ativo.

Novo produto

Ontem, o BRB também anunciou a disponibilização de um novo produto do segmento: o financiamento imobiliário indexado ao Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

O novo produto é destinado aos clientes PF (pessoa física) e o financiamento na nova modalidade terá taxas de juros a partir de 3,40% ao ano, mais IPCA. O percentual de financiamento corresponde a até 80% do valor total do imóvel.

O prazo de financiamento é de até 360 meses, no caso de imóveis residenciais, e de 180 para os comerciais.

* Com informações do BRB