30/4/20 13:38
Atualizado em 7/5/20 às 16:31

Servidores da Saúde de Samambaia fabricam máscaras para doação

Os itens de proteção serão dados para familiares e pacientes atendidos na unidade

Pensando na grande vulnerabilidade de seus pacientes, que estão no grupo de risco para o coronavírus, os servidores do Núcleo de Atenção Domiciliar (NRAD) de Samambaia estão produzindo máscaras para doar para os cuidadores e pacientes atendidos na unidade.

A maioria das famílias é carente e tem dificuldades para adquirir uma máscara de proteção. “Por conta da fragilidade de renda das famílias atendidas pelo NRAD Samambaia, os servidores resolveram comprar o material e produzir as máscaras por conta própria para distribuição”, explica a assistente social do NRAD de Samambaia, Celia Cristina Vieira.

A produção das 120 máscaras de algodão começou no último dia 26. Para não atrapalhar os atendimentos do NRAD de Samambaia, os servidores que estão na linha de frente da produção das máscaras são aqueles que estão inseridos no grupo de risco para a Covid-19.

“Nossa intenção é de que esses pacientes e suas famílias recebam em casa esse material, diminuindo a possibilidade de contágio do coronavírus. É importante frisar que houve diminuição no número de visitas aos pacientes, justamente para evitar qualquer tipo de transmissão”, afirma Celia.

Vulnerabilidade

De acordo com a chefe do Núcleo de Atenção Domiciliar do Hospital Regional de Samambaia, Eliana Peixoto todos os pacientes atendidos nos NRADs são pacientes de risco para a Covid-19, com comorbidades graves, acamados com sonda, com sequelas de acidente vascular cerebral (AVC), traqueostomizados, com quadros clínicos graves. “A preocupação é manter nossos pacientes bem e protegidos da Covid-19.”

NRAD – O Núcleo de Atenção Domiciliar é um programa do Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Saúde, para atendimento multiprofissional no domicílio do paciente. O serviço presta atendimento médico, de enfermagem, fisioterápico, fonoaudiológico e nutricional a pacientes em internação domiciliar.

* Com informações da Secretaria de Saúde