11/5/20 17:58
Atualizado em 11/5/20 às 18:14

Mais acessibilidade para base operacional do Samu

Área pavimentada permitirá atendimento mais ágil do socorro, facilitando acesso de viaturas

Demanda era antiga e postergada ao menos desde 2014 | Foto: Acácio Pinheiro / Agência Brasília

A base do núcleo sul do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) vai ganhar mais acessibilidade. A custo zero, está em andamento uma obra que dará nova cara ao estacionamento do local, facilitando entrada e saída de ambulâncias. A intervenção é realizada pela Administração Regional do Gama, em parceria com a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), e está em fase final.

“Quando terminarmos, o piso estará liso e com acesso facilitado, então vai melhorar o entra e sai de veículos e tornar o atendimento ainda mais rápido”Maurício Miranda, coordenador de obras

A demanda era antiga. Chefe do núcleo sul do Samu, Cristiane Maria de Lima e Silva conta que pedidos para melhoria do estacionamento vinham desde que a base foi inaugurada na EQ 13/17, em 2014. “Foi uma luta. Essa entrada, de terra batida, levava poeira para dentro da viatura e acabava a contaminando. Também sujava a própria base, fazia com que fosse necessário limpar várias e várias vezes e ainda comprometia a saúde do servidor”, diz a socorrista.

A equipe que trabalha ali é composta por 60 pessoas que atuam em ocorrências no Gama e a obra não mudou a rotina no local. Depois de tanta espera, a expectativa agora é por benfeitorias. “Além de ficar local mais salubre, as viaturas não vão ter sujeira e o acesso vai ser melhorado, o que é mais importante”, projeta Cristiane.

Além da base operacional, local dispõe de delegacia 24 horas à disposição da sociedade | Foto: Acácio Pinheiro / Agência Brasília

Coordenador de Licenciamento, Obras e Manutenção (Colom) da Administração Regional do Gama, Maurício Miranda Gomes explica que a benfeitoria é feita a custo zero. O material vem do pavimento retirado de obra executada na Avenida dos Pioneiros (também conhecida como Pistão Sul), a mão de obra é da equipe vinculada ao órgão e as máquinas são próprias ou cedidas pela Novacap.

“É um pedido antigo da unidade. Na parte frontal do posto já nivelamos, preenchemos com cascalho, arrumamos para que tenha caimento correto da água da chuva e compactamos. A próxima etapa é colocar o fresado para que fique como um asfalto e dure pelo menos dez anos”, diz o responsável pelas obras naquela região. Nas laterais e atrás do prédio, o piso foi nivelado para melhorar a trafegabilidade de outros veículos.

Enquanto a intervenção segue, os servidores estacionam na lateral do posto. “Hoje a obra afeta negativamente, de certa forma, o trabalho do Samu, porque trabalhamos exatamente onde as ambulâncias têm que passar. Quando terminarmos, o piso estará liso e com acesso facilitado, então vai melhorar o entra e sai de veículos e tornar o atendimento ainda mais rápido”, observa Maurício.

Galeria de Fotos

Mais acessibilidade para base operacional do Samu