12/5/20 18:43
Atualizado em 12/5/20 às 20:13

Começam as obras da ciclovia no Noroeste

A pavimentação da pista é uma reivindicação dos moradores e os trabalhos devem ser concluídos em três semanas

Fotos: Joel Santana
A ciclovia fica ao lado do Parque Burle Marx e vai facilitar a mobilidade e a prática de atividade física dos moradores da região. Fotos: Joel Rodrigues/Agência Brasília

A execução das obras de infraestrutura do Setor Noroeste é prioridade para o GDF. A Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) começou, na última segunda-feira (11) a construir a ciclovia numa área de 5 mil metros quadrados ao lado do Parque Ecológico Burle Marx, nas margens da Avenida W7, uma das principais do bairro.

Os funcionários da empresa pública estão fazendo a terraplanagem no local e depois vão despejar cerca de 200 toneladas de massa asfáltica na pista destinada para o trânsito de bicicletas. Os trabalhos devem ser concluídos em três semanas.

Mesmo sem asfalto, o local já é usado pelos moradores do bairro. “Já tem uma parte feita, mas acaba o asfalto e vira terra. Vamos completar a ciclovia”, afirma o diretor de urbanização da Novacap, Sérgio Antunes Lemos. “Queremos trazer mais qualidade de vida para a população, notamos que os moradores já caminham na pista”, completa.

Corredor, o bancário Hebert Martins, 48 anos, mora no Noroeste há três anos e meio e corre cerca de três vezes por semana nos arredores do bairro com a mulher Suzana Fernandes. Ele conta que a W7 tem cerca de três quilômetros de extensão e apenas 1 km do percurso é asfaltado. Mesmo assim, o local é um dos mais utilizados pelos moradores do bairro que praticam atividade física. “Sempre tem gente ali”, diz.

Para ele, o grande benefício de o governo asfaltar toda a ciclovia é a segurança. “É  comum as pessoas irem para o meio da pista para continuar no asfalto. Acaba sendo perigoso, você fica espremido entre os carros”, conta. “A ciclovia é um lugar mais adequado e vai facilitar a mobilidade no bairro”, acredita.

No mês passado, a Novacap pavimentou um trecho de 700 metros, na via que  liga a SQNW 109 com a área comercial do local.  A demanda foi feita pelos próprios moradores, que queriam uma ligação das residências à quadra comercial.

Bairro verde

O Noroeste foi concebido pela Agência de Desenvolvimento do DF (Terracap) para ser o primeiro bairro ecológico de Brasília. As primeiras projeções foram licitadas em 2009 e a previsão é que o bairro abrigue uma população de 40 mil pessoas quando concluído.

São 20 quadras residenciais que apresentam uma configuração semelhante às superquadras de Brasília, com blocos de seis pavimentos erguidos sobre pilotis. O projeto do bairro apresenta características urbanísticas de uma “Cidade-Parque”.

As quadras foram localizadas ao longo, e o mais próximo possível, do Parque Burle Marx, uma área verde de 280 hectares que ainda preserva uma das maiores manchas de Cerrado da cidade.

A Terracap fará convênio com a Novacap para as obras de infraestrutura do Parque Burle Marx e está em fase final de elaboração dos projetos e os orçamentos referentes à implantação da urbanização da área central do parque, que prevê ciclovias, calçadas, quadras poliesportivas, campo de areia, entre outros equipamentos de lazer e esporte.
Galeria de Fotos

Começam as obras da ciclovia no Noroeste