12/5/20 20:05
Atualizado em 13/5/20 às 12:51

Procuradores visitam novamente o hospital de campanha do Mané Garrincha

Inspeção foi acompanhada por Secretaria de Saúde, Casa Civil e empresas responsáveis pela montagem e gestão da unidade, que será aberta na próxima semana

Umidade contará com 173 leitos de enfermaria, 20 de UTI e quatro de emergência| Foto: Joel Rodrigues / Agência Brasília

Representantes da força-tarefa do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) para ações de combate ao coronavírus visitaram, na tarde desta terça (12), o hospital de campanha montado no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha. A estrutura está em fase de finalização.

É a segunda visita que a força-tarefa faz ao local. A Secretaria de Saúde (SES) informa que já na próxima semana serão entregues os primeiros leitos para acolher pacientes com Covid-19. O hospital de campanha contará com 173 leitos de enfermaria, 20 de UTI e quatro de emergência, estrutura montada com um investimento de R$ 79 milhões.

Durante a inspeção, os membros do MPDFT acompanharam explicações de técnicos da Secretaria de Saúde sobre a infraestrutura do local e sobre como foi feito o trabalho de construção e instalação das partes elétrica e hidráulica. Também aprenderam sobre a colocação de piso apropriado para limpeza, características dos leitos, listagem dos equipamentos e insumos hospitalares já presentes no espaço, além do cronograma de ação e manutenção.

Além disso, os técnicos também conduziram os promotores pelo chamado fluxo do paciente, que mostra a trajetória que um enfermo realizará desde o momento em que entrar no hospital até sua instalação no leito.

Na visita, os membros do MPDFT tiraram dúvidas com os representantes do GDF e também das empresas que trabalham no local. Coube a elas dar detalhes técnicos sobre a infraestrutura e sobre como será realizada a gerência do hospital, além de dados sobre as equipes que trabalharão no local e receberão os pacientes.

Membros da força-tarefa elogiaram trabalho de montagem e cronograma de funcionamento do hospital | Foto: Joel Rodrigues / Agência Brasília

Os promotores foram acompanhados na visita pelo chefe da Casa Civil, Valdetário Andrade Monteiro, pelo secretário de Saúde, Francisco Araújo Filho, e por representantes da pasta e de duas empresas que trabalham na montagem e na gerência do hospital.

Próximos passos

O coordenador da força-tarefa do MPDFT, José Eduardo Sabo Paes, avaliou que o trabalho de montagem e o cronograma de funcionamento do hospital de campanha está sendo bem executado.

“Da forma que houve a proposta inicial, de fazer com que todas as estruturas possam estar prontas e em funcionamento, nos parece bastante satisfatório”, declarou o promotor, acrescentando que a força-tarefa fará nova visita ao local, junto com médicos e especialistas convidados pelo MPDFT, para aferir as condições do equipamento.

O secretário de Saúde comentou sobre esta prestação de contas que a pasta faz durante estas visitas. “É muito importante esse trabalho de prestação de contas, de dar transparência, de comprovar para os órgãos de controle a estratégia que nós adotamos. Hoje, com a própria fala do Ministério Público, está claro que estamos no caminho certo, diferente da estratégia que foi adotada em outros estados”, ressalta.

Além disso, Francisco Araújo também enalteceu todo o esforço feito pela área de saúde para a contenção da pandemia do coronavírus e o atendimento aos infectados.

“O resultado do trabalho que é feito, do suor derramado de cada trabalhador de saúde, é traduzido nisso aqui que estamos vendo. Afinal, o que cada um de nós queremos aqui é proteger a vida das pessoas”, finalizou.