15/5/20 13:24
Atualizado em 15/5/20 às 14:18

GDF Presente e força-tarefa dos parques intensifica obras no Tororó

Ações começaram em março. Meta é entregar a unidade de conservação totalmente implantada à comunidade até junho, quando ela faz 15 anos

Em uma ação da força-tarefa dos parques e do GDF Presente, com a participação do Instituto Brasília Ambiental e da Administração do Jardim Botânico, está acontecendo um verdadeiro mutirão no Parque Ecológico do Tororó, localizado no Jardim Botânico. As ações iniciaram em março e a meta é entregar, a unidade de conservação, totalmente implantada à comunidade até junho, quando o parque faz 15 anos.

Entre as ações – que conta ainda com o apoio do Departamento de Estradas e Rodagens (DER-DF), da Novacap, da comunidade local, entre outros órgãos – já realizadas estão: mutirão de limpeza, roçagem, cercamento do parque, construção de duas guaritas, iluminação da pista, parte dos estacionamentos, bacias de contenção de águas pluviais, colocação de placas de sinalização interna, recuperação da ciclovia e identificação externa e instalação de portões.

Em andamento estão, entre outras intervenções, o nivelamento da área do estacionamento, colocação das manilhas e preparação do acesso para a pavimentação da guarita 2, instalação de refletores para os postes do estacionamento das guaritas 1 e 2, manutenção da roçagem e pintura dos portões.

A superintendente de unidades de Conservação, Biodiversidade e Água (Sucon), do Instituto, Rejane Pieratti, lembra que o parque depois de criado contava apenas com uma ciclovia/coopervia e o cercamento com algumas brechas, por isso era alvo de depósito de entulhos, lixo, o mato crescia e a área registrava muitos incêndios na época da seca.

“Porém, em reunião com a comunidade, que solicitava a mudança desse quadro há tempo, chamamos os parceiros – outros órgãos do GDF – e colocamos a implantação do parque dentro da força tarefa nos Parques, que junto com GDF Presente, é coordenado pelo secretário de governo José Humberto”, explica.

O administrador do Jardim Botânico, João Carlos Lóssio, enfatiza que a entrega desse equipamento público para as comunidades do jardim Botânico e do Tororó é de suma importância porque é uma espera de mais de uma década.

“Há anos a comunidade reivindicava por melhorias na área, pela implantação do parque para que pudesse usar o espaço. É um sonho antigo se realizando”, comemora.

 

*Com informações Jardim Botânico