15/5/20 15:01
Atualizado em 16/5/20 às 8:11

Rodoviária do Gama: licitação para reforma será divulgada no segundo semestre

De acordo com a Secretaria de Transporte e Mobilidade, a obra custará R$ 3,5 milhões. Serão feitos reparos para melhorar as condições do terminal  

Foto: Acácio Pinheiro/Agência Brasília
De acordo com a Secretaria de Mobilidade serão feitas adaptações e modernizações para atender melhor às necessidades de quem utiliza o terminal. Foto: Acácio Pinheiro/Agência Brasília

A rotina dos usuários que frequentam o Terminal de Ônibus do Gama irá mudar em breve. Conforto e segurança farão parte do dia a dia das pessoas que utilizam a rodoviária. A licitação para a reforma do espaço público será divulgada no segundo semestre deste ano, segundo o secretário de Transporte e Mobilidade (Semob), Valter Casimiro. O investimento será de R$ 3,5 milhões. 

“Serão feitas adaptações e modernizações para atender melhor às necessidades de quem utiliza o terminal, como pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida. As estruturas dos telhados estão corroídas e o piso deteriorado. Também vamos construir um boulevard no meio, onde há um rebaixamento para melhorar a acessibilidade dos usuários que passam por ali”, detalha Casimiro. 

O secretário explica que a rodoviária possui dois módulos – com um canteiro central – com alguns dispositivos de uso, como banheiro, sala de administração. Um lado, porém, é mais baixo que o outro. “Principalmente no período de muito calor na cidade, o local vira um forno na parte que é mais baixa. A ideia é levantar o telhado para ter uma melhor circulação de ar e, consequentemente, não ter muita incidência do calor para o usuário”, destaca. 

Movimentação 

O Terminal de Ônibus do Gama possui 21 linhas de ônibus urbanos. São 85 veículos que fazem 914 viagens por dia. A rodoviária também embarca e desembarca passageiros que vão para o Entorno do DF e possui linhas interestaduais. Morador da cidade há 13 anos, Lucas Oliveira, 25 anos, ressalta que o local precisa, urgentemente, passar por reparos. 

“Nunca vimos uma reforma na rodoviária. Em época de chuva temos que usar o guarda-chuva dentro do terminal porque o teto está cheio de goteiras, assim como as paredes que também precisam de reparos. O chão está encardido, com aspecto de sujo, sempre. Também é necessário colocar novos bancos. Os que já existem estão balançando, causando risco para os usuários”, comenta.   

Sobradinho 

Nesta semana, a Semob entregou o novo terminal rodoviário de Sobradinho. Com o investimento de R$ 6.360.677,58, o espaço público foi ampliado e totalmente reformado para os aproximadamente 28 mil usuários. Em seu primeiro dia de funcionamento, o local foi higienizado, como parte das ações do Sanear-DF. 

O programa é uma iniciativa do GDF para reforçar o combate à pandemia provocada pelo coronavírus e doenças causadas por arboviroses, como dengue, zika, febre amarela e febre chikungunya.

A rodoviária de Sobradinho é a primeira a ser entregue totalmente reformada pela atual gestão. As instalações foram completamente demolidas para que o novo terminal fosse erguido. O GDF ainda vai construir novos terminais em Santa Maria, Varjão, Itapoã, Estrutural e Arapoanga, além de reformar o já existente no Gama.

Galeria de Fotos

Licitação para reforma será divulgada no segundo semestre