19/5/20 17:05
Atualizado em 19/5/20 às 17:44

Canais para cadastramento de programas sociais já receberam 1,2 milhão de acessos

Até agora, quase seis mil pessoas confirmaram dados para receber os auxílios na próxima semana (entre os dias 25 a 29)

O acesso às plataformas para inscrição nos programas Renda Emergencial e Prato Cheio do Governo do Distrito Federal ultrapassou o índice de 1,2 milhão, segundo o balanço divulgado pelo BRB, nesta terça-feira (19). Até o meio-dia, 5.917 pessoas já haviam confirmado cadastro para receber os benefícios entre os dias 25 e 29 de maio.

Para ter acesso ao Renda Emergencial, os beneficiários não podem participar dos Programas Bolsa Família, DF Sem Miséria, Bolsa Alfa, BPC e Auxílio Emergencial do Governo Federal. A validação dos cidadãos é feita pelo CPF da pessoa com base de dados do sistema de cadastramento da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes).

De acordo com a secretaria, todas as informações são cruzadas para não gerar qualquer duplicidade no pagamento. Neste primeiro momento, o indivíduo foi mapeado em alguma oportunidade pelas unidades de Assistência Social, como os Centro de Referência da Assistência Social (Cras) e do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), são pessoas em extrema situação de vulnerabilidade social.

PDAD

Em levantamento realizado pela Sedes, Samambaia, Ceilândia e Planaltina são as regiões administrativas com o maior número de mapeados, com 3.153, 3.019 e 2.341 pessoas em situação de pobreza ou extrema pobreza, respectivamente.

Segundo dados da Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios de 2018 (PDAD), realizada pela Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan), o DF tem aproximadamente de 2,8 milhões de habitantes e aponta ainda o rendimento bruto do das pessoas de até um a dois salários mínimo totalizam 51,09 % da população.

 

Entrega dos cartões segue ordem alfabética 

Beneficiários dos programas Renda Emergencial e Prato Cheio com iniciais dos nomes de letras A, B e C poderão retirar o cartão pré-pago na segunda, dia 25. Mas atenção: é preciso ir na agência ou posto de mobilidade indicado na finalização do cadastro.

Já os beneficiários com nomes iniciados pelas letras D, E, F, G e H terão os recursos disponíveis na terça, dia 26. Quarta, dia 27, é a vez dos usuários com as letras I, J, K e L. Beneficiários com nomes iniciais em M, N e O recebem dia 28, quinta. Na sexta, dia 29, é a vez dos que têm nome iniciado com P, Q, R, S, T, U, V, W, X, Y e Z.

*Com informações do BRB