21/5/20 17:19
Atualizado em 21/5/20 às 20:14

Hospital Regional de Ceilândia recebe ações de desinfecção contra Covid-19

Objetivo da operação, feita rotineiramente, é eliminar possíveis contaminações pelo coronavírus

Unidade hospitalar foi desinfectada em todos os pontos com grande fluxo de pessoas | Foto: Vinícius de Melo / Agência Brasília

 

O Hospital Regional de Ceilândia passou, nesta quinta-feira (21), por uma desinfecção completa feita pelos agentes da Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival), por meio do programa Sanear-DF. O objetivo foi eliminar possíveis contaminações pelo coronavírus e impedir a disseminação da Covid-19 em espaços públicos.

O trabalho durou em torno de seis horas e utilizou cerca de 40 litros de produto à base de hipoclorito para higienizar vários pontos do hospital com maior fluxo de pessoas – pronto-socorro, ambulatório, refeitório, auditório, clínica médica, maternidade e ginecologia, bem como recepção, corredores, consultórios e banheiros.

Operação constante

“Essa ação vem ao encontro da necessidade de dar mais segurança e proteção aos servidores do HRC e aos cidadãos que são atendidos no nosso serviço”, resume a superintendente da Região de Saúde Oeste, Lucilene Florêncio.

O HRC, informa a gestora, recebe muitos pacientes, entre casos suspeitos e confirmados de Covid-19 – razão pela qual a unidade passa por limpeza constantemente. Além da desinfecção, aumentou a frequência de higienização e de ações de capacitação das equipes, com reforço no uso dos equipamentos de proteção individual (EPIs).

“Nós montamos planos de limpeza em todos os locais do hospital para fazer o enfrentamento, não só do coronavírus, mas de todos os outros vírus que estão circulando”, explica Lucilene.

Sanear-DF

Executadas a pedido da Secretaria de Governo e da Administração Regional de Ceilândia, as ações fazem parte do programa Sanear-DF, elaborado pela Secretaria Executiva das Cidades (Secid) e pela Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival) em função do Decreto nº 40.550, de 23 de março deste ano. A iniciativa dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública decorrentes do novo coronavírus.

Além das administrações regionais do DF, estão envolvidas nesse processo as secretarias de Comunicação, Transporte e Mobilidade, Segurança Pública, Políticas Públicas, Educação e DF Legal. Também participam SLU, o Detran, o DER e a Caesb.

 

 

* Com informações da Secretaria de Saúde (SES)