25/5/20 10:33
Atualizado em 25/5/20 às 11:19

Taguatinga já tem 4,7 quilômetros de novas calçadas 

Desde o início do ano, foram investidos R$ 950 mil na construção de passeios em vários pontos da cidade

Calçadas na Avenida Elmo Serejo: em fase final, obras vão levar mais segurança à população| Foto: Paulo H. Carvalho / Agência Brasília

Da janela de seu apartamento, a bancária Manoela Teixeira, de 45 anos, consegue acompanhar a construção de novas calçadas na vizinhança. Moradora da QNL, em Taguatinga, o que ela vê agora é a fase final da concretagem de 450 metros de calçadas na Avenida Elmo Serejo. A obra faz parte de um reforço por novos passeios na cidade: são mais 4,7 quilômetros, construídos com investimentos de R$ 950 mil.

“Precisamos de calçadas com qualidade em todos os lugares”, acredita a moradora, que acompanha o avanço da obra. “Acho importante estimular, cada vez mais, que as pessoas caminhem, corram, respirem o ar puro. Só dá para fazer isso se tiver espaço para usar, sem risco de tropeços ou torções de tornozelo.”

Segurança e acessibilidade

Os projetos são de passeios afastados 60 centímetros dos meios-fios, com espaço preenchido por grama, o que permite a execução de serviços em postes sem danificar o concreto.  “Trabalhamos pela segurança, qualidade e para melhorar a acessibilidade, tanto para pedestres quanto para cadeirantes”, afirma o administrador regional de Taguatinga, Geraldo César.

Além do espaço em fase final na Avenida Elmo Serejo, os quase cinco mil metros quadrados construídos ou reparados neste ano incluem os trechos ao lado do Serviço Nacional da Indústria (Senai), entre o Departamento de Trânsito (Detran) e a Delegacia da Criança e do Adolescente II (DCA II) e na QNG 39, próximo à 17ª Delegacia de Polícia.

Segundo o administrador regional, o próximo local a receber as intervenções é o início da Avenida Samdu, na C11, em volta do 2º Batalhão da Polícia Militar e próximo a um condomínio residencial cujos moradores reivindicam a melhoria.

Demandas da população 

A Administração Regional de Taguatinga direciona as demandas conforme necessidade para execução do serviço e acompanha as obras. As execuções fazem parte de um contrato da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), ao custo total de R$ 2,1 milhões. Moradores podem solicitar esses serviços por meio da Ouvidoria, pelo telefone 156 (Opção 9), gratuitamente, ou fazer o protocolo na administração, indicando endereços.

Para garantir que a infraestrutura tenha longa duração, a recomendação é que a comunidade ajude a zelar. “É preciso ter consciência de preservação”, destaca o administrador da cidade. “Recebemos tantas reivindicações de melhorias que, depois que conseguimos entregar, esperamos o melhor uso”. Ele também pede que a população denuncie problemas na utilização dos passeios.

Por todo o DF

Desde o início do ano, a Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) construiu 167 mil metros quadrados de calçadas em todo o DF. Além de Taguatinga, outras dez regiões administrativas ganharam novos passeios neste primeiro semestre: Samambaia, Santa Maria, Ceilândia, Brazlândia, Plano Piloto, São Sebastião, Jardim Botânico, Octogonal, Recanto das Emas e Águas Claras.

Galeria de Fotos

Taguatinga já tem 4,7 quilômetros de novas calçadas