29/5/20 20:02
Atualizado em 29/5/20 às 20:50

Proteção para as voluntárias da Rede Feminina de Combate ao Câncer

Comitê de Emergência Covid-19 doa mais de duzentas máscaras para associação sem fins lucrativos

 Criado pelo Governo do Distrito Federal com a participação de vários órgãos, o Comitê de Emergência Covid-19, por meio de seu Grupo de Trabalho Social (GT-Social), doou 220 máscaras para a Rede Feminina de Combate ao Câncer.

A associação sem fins lucrativos tem como missão assistir o paciente oncológico em situação de vulnerabilidade social doando amor, enxugando lágrimas e provocando sorrisos. “Em reconhecimento ao trabalho da Rede Feminina de Combate ao Câncer e devido à sua importância social, o Comitê se sente honrado em poder apoiar a iniciativa que cuida daqueles que enfrentam o câncer.” ressaltou Anucha Soares, Chefe da Subchefia de Políticas Sociais e Primeira Infância.

A entrega foi realizada nesta sexta-feira (29), na sede da associação que fica no Hospital de Base. Segundo Vera Lúcia Bezerra da Silva, coordenadora da rede, “todo apoio é fundamental para o êxito do trabalho executado pela Rede. Agradecemos muito ao apoio do Comitê de Emergência Covid-19 pela ação.”

Rede Feminina de Combate ao Câncer de Brasília

Associação sem fins lucrativos foi fundada em  1996 e reúne mais de 500 voluntários responsáveis por levar sorrisos a pacientes oncológicos por meio de seus serviços e programas.

Solidariedade

A Subchefia de Políticas Sociais e Primeira Infância é responsável pelo planejamento, promoção e execução das políticas públicas sociais em parceria com as pastas do Governo do Distrito Federal. “Ações integradas em prol da doação de amor às pessoas em situação de vulnerabilidade é a nossa meta, e trabalharemos de forma incansável para garantir bem-estar a quem mais precisa”, enfatizou a primeira-dama do Distrito Federal, Mayara Noronha Rocha.

*Com informações da Subchefia de Políticas Sociais e Primeira Infância