3/6/20 18:29
Atualizado em 3/6/20 às 18:29

DF Livre de Carcaças retira 22 carros do Núcleo Bandeirante e São Sebastião

Desde janeiro 337 veículos abandonados foram retirados das ruas do DF

Nesta semana, a Operação DF Livre de Carcaças retirou vinte e dois veículos abandonados das ruas. Nesta quarta-feira (3), a equipe que é coordenada pela Secretaria de Segurança Pública esteve no Núcleo Bandeirante e segunda-feira em São Sebastião. A Operação integra as ações do Governo do Distrito Federal para eliminação de focos do mosquito Aedes Aegypti e desde janeiro já retirou 337 veículos abandonados das ruas do Distrito Federal.

Conselhos Comunitários de Segurança (Consegs), população e administrações regionais fazem a identificação do material. Além da retirada das carcaças, também foi realizado um trabalho educativo com a população local. “Falamos sobre a importância de manter as ruas livres desses carros abandonados, pois além de combater os focos do Aedes, ainda contribui com a segurança dos moradores”, explicou o coordenador dos Consegs da SSP/DF, Marcelo Batista.

A operação entra na segunda fase e vai fazer a retirada das carcaças também nas delegacias. Fotos: Divulgação

A ação conjunta reúne as secretarias executivas das Cidades e de Políticas Públicas, DF Legal, do Departamento de Trânsito (Detran-DF), da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival), da Secretaria de Saúde (SES), Novacap e Departamento de Estradas de Rodagem (DER/DF). As carcaças retiradas durante a operação são alocados no pátio do 3º Distrito Rodoviário, do DER/DF, em Samambaia.

Nova fase da Operação

A partir desta semana, além da retirada das ruas das cidades que tem sido realizada às segundas e quartas-feiras, a operação será estendida aos pátios das delegacias, sempre às sextas-feiras. “Deixamos um dia exclusivo para atender a esta demanda em específico. Assim, vamos direcionar as ações e poder contribuir de forma mais efetiva”, completou Marcelo.

No último dia 29, a nova ação ocorreu na 15ª Delegacia de Polícia, em Ceilândia, em caráter experimental. Quatro carcaças foram retiradas. “Além de ocupar espaço público, os carros acumulavam água e traziam insegurança à população que utiliza a delegacia e para os policiais. O material retirado foi localizado ou apreendido e os proprietários nunca vieram buscar. A partir de agora, estarão em local apropriado e, caso o dono venha procurar, saberemos onde estão”, contou o delegado-chefe da 15ª DP, o delega Antônio Dimitrov.

Nesta sexta-feira, a operação será realizada na 19ª DP, também em Ceilândia.

Serviço

A população também pode contribuir com a identificação dos veículos abandonados nas regiões. Para isso, basta enviar um e-mail paraconseg@ssp.df.gov.br.

 

*Com informações SSP-DF