3/6/20 16:55
Atualizado em 4/6/20 às 11:47

Setor Sul do Gama recebe área para papa-entulho

Equipamento é um ponto de entrega voluntária para evitar o descarte irregular

A população ganha mais uma área para futuras instalações do papa-entulho. Foi publicada, no Diário Oficial do DF (DODF) de terça-feira (2), a cessão de uso para a construção do equipamento na Área Especial 6, no Setor Sul do Gama.

Além do Gama, outras nove áreas já têm permissão para receber o papa-entulho: Riacho Fundo I, Núcleo Bandeirante, São Sebastião, Paranoá, Estrutural, Varjão, duas em Sobradinho, e uma segunda unidade em Taguatinga, a primeira está em pleno funcionamento na QNG 47.

A meta é construir 62 papa-entulhos em diversos pontos do DF. Em Águas Claras, já tem um equipamento em fase final  e em Santa Maria foi emitida a Ordem de Serviço para início da construção com prazo de obra estimado em 120 dias. As unidades previstas para o Recanto das Emas e Paranoá, já estão em andamento para licitar.

Outras seis áreas também já estão bem adiantadas para sair a cessão de uso. São duas no Jardim Botânico, duas no Park Way, uma no Lago Sul e outra no Guará I.  “Estão em fase final de ajustes, já passaram pela Procuradoria Geral do DF, foram avaliados pelo jurídico do SLU e logo, logo serão mais seis áreas com cessão de uso”, informou  analista de Gestão de Resíduos do SLU, Andrea Almeida.

Ao todo, a população do DF conta atualmente com dez papa-entulhos em pleno funcionamento que estão distribuídos em Taguatinga, Planaltina, Gama,  Guará, Asa Sul, dois em Brazlândia e três em Ceilândia.

O que é o papa-entulho

O papa-entulho é um ponto de entrega voluntária (PEV) de entulho, podas, volumosos, materiais recicláveis e óleo de cozinha usado. O local é preparado para receber diariamente, por pessoa, até 1 metro cúbico (equivalente a uma caixa-d’água de mil litros) de resíduos da construção civil, volumosos (como móveis, vasos, sofás, etc) e restos de podas.

O equipamento é mais um instrumento que auxilia na erradicação do mosquito da dengue, pois permite que o usuário tenha um local adequado para receber esses resíduos evitando o acúmulo de lixo e entulhos descartados irregularmente, que tanto facilitam a incidência de casos.  Segundo o boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde do DF, entre 29 de dezembro de 2019 e 16 de maio deste ano, foram 32.332 casos prováveis de dengue.

Os entulhos, galhadas e volumosos inservíveis recebidos nos papa-entulhos são encaminhados para a Unidade de Recebimento de Entulho (URE). Os móveis descartados no local e que ainda podem ser utilizados são doados para entidades assistenciais cadastradas.

Acesse http://www.slu.df.gov.br/papa-entulho/ e saiba onde há um papa-entulho mais próximo da sua casa. O cidadão poderá utilizar o equipamento para descartar de forma gratuita,  sem correr o risco de ser flagrado pelos órgãos de fiscalização, além de preservar o meio ambiente e manter a beleza da cidade.

 

* Com informações SLU