19/6/20 16:06
Atualizado em 19/6/20 às 18:57

Novacap investe mais de R$ 6 milhões em limpeza de bocas de lobo

Apenas neste primeiro semestre, 60.127 mil estruturas de escoamento foram higienizadas no DF

Foto: Lúcio Bernardo Jr./Agência Brasília
A função das bocas de lobo é remover o acúmulo de águas pluviais das ruas e o trabalho é aprovado pela população. Foto: Lúcio Bernardo Jr./Agência Brasília

Bocas de lobo espalhadas pelas 33 regiões administrativas do Distrito Federal foram limpas durante o primeiro semestre deste ano. A Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) investiu R$ 6,3 mil (mais precisamente, R$ 6.374.432,44), higienizando 60.127 e construindo e reconstruindo 17.131 estruturas de escoamento da capital. 

Nesta semana, o programa GDF Presente retirou, em Ceilândia, cerca de 600 toneladas de lixo em bocas de lobo. Desde novembro do ano passado, 11 mil delas foram higienizadas na região, fazendo com que a água da chuva não chegue mais às casas de moradores, caia direto na estrutura de escoamento e desemboque na rede de captação.  

O chefe da departamento de Infraestrutura da diretoria de Urbanização da Novacap, Márcio Costa, explica que a função das bocas de lobo é remover o acúmulo de águas pluviais das ruas. “Quando entupida, a estrutura não cumpre com o objetivo, e assim, causa transtornos, como enchentes e mau cheiro. Isso torna o ambiente propício para a proliferação de baratas e ratos, por exemplo”, lembra. 

Por isso, segundo Costa, a colaboração da população é essencial para o funcionamento efetivo das ações do governo local. “Encontramos todo tipo de entulho, como lixo vegetal, material orgânico, papel, plástico, eletrodoméstico, material de construção, entre outros. É importante que a comunidade tenha consciência”, comenta.

Serviço

Caso flagre alguém descartando lixo em locais inadequados, o cidadão pode denunciar pelo site da Ouvidoria-Geral do DF, o Ouvi-DF. Basta fazer o cadastro e protocolar a manifestação.

Também é possível registrar a denúncia pelo telefone 162, gratuitamente para telefone fixo e celular, de segunda a sexta-feira, das 7h às 21h, e sábado, domingos e feriados, das 8h às 18h, ou pessoalmente. Consulte a lista de endereços aqui.