1/7/20 12:46
Atualizado em 1/7/20 às 12:52

Metrô-DF inicia décimo ciclo de desinfecção

Processo segue com uso de quaternário de amônio, produto capaz de manter o local protegido por mais tempo

 

Ação é empreendida regularmente, contemplando tanto os vagões quanto as demais áreas das estações | Foto: Divulgação / Ascom Metrô-DF

A Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) inicia hoje o décimo ciclo de desinfecção com quaternário de amônio. Aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e usado na China e em outros locais do mundo, o produto age como uma película que extermina vírus, bactérias, fungos e ácaros, formando uma camada protetora que mantém o local desinfetado por mais tempo. A aplicação, com pulverizadores, é feita durante a madrugada, quando não há circulação de passageiros.

Esse processo de limpeza nos trens e nas estações do Metrô-DF é praticado desde o início de abril, como medida adicional de prevenção ao contágio pelo novo coronavírus. A cada semana, todo o sistema – trens, estações e demais unidades administrativas e operacionais – passa por desinfecção. No oitavo ciclo, as estações de Ceilândia, região que apresentou aumento no número de casos, receberam duas aplicações do produto.

Até agora, foram usados 23,4 mil litros do quaternário de amônio diluído. A aplicação do produto continuará sendo feita a cada semana, por tempo indeterminado. Esse processo de higienização se soma às demais ações que Metrô-DF tem adotado desde 9 de março, dois dias antes de a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarar pandemia por coronavírus.

23,4 mil litrosVolume de quaternário de amônio diluído utilizado, até agora, na desinfecção

Além da aplicação do quaternário de amônio, a companhia continuará com a limpeza diária dos trens e das estações, além do reforço entre viagens na Estação Central e nos terminais de Ceilândia e Samambaia, sobretudo nas estruturas metálicas, cadeiras, pega-mãos e bilheterias. Para a limpeza diária e constante, foi adotado o uso do peróxido de hidrogênio. O reforço da limpeza nas superfícies metálicas e bilheterias das estações é feito a cada 30/40 minutos.

* Com informações do Metrô-DF