23/8/20 12:19
Atualizado em 24/8/20 às 10:12

Vigilância Ambiental: vacinação contra raiva

Funcionários são capacitados para imunizar. Turmas têm número reduzido para favorecer o distanciamento em tempos de pandemia

Campanha Anual de Vacinação Antirrábica tem início previsto para 3 de outubro, em meio rural e urbano | Foto: Secretaria de Saúde

O calendário da vacinação antirrábica está se aproximando. Por isso, a Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival) tem capacitado funcionários para a aplicação da vacina no Distrito Federal. São cerca de 300 agentes contratados no primeiro semestre, temporariamente, a receber treinamento para auxiliar na vacinação de cães e gatos, nas zonas rural e urbana.

Com turmas que variam entre dez e 20 pessoas, o curso teve início em 17 de agosto, com previsão de que a capacitação seja ministrada para as últimas turmas no próximo dia 25. Entre os conteúdos, além da própria doença, estão etiologia, profilaxia e técnicas de vacinação.

“A gente espera que todos estejam aptos a realizar essa atividade de fundamental importância para a saúde humana, que é por meio da vacinação de cães e gatos na campanha, na rotina e na identificação de áreas vulneráveis, e do aparecimento de foco nos casos de morcegos ou bovinos com diagnósticos positivo para a raiva. A gente faz um reforço na vacinação desses cães e gatos em um raio adjacente a este caso”, explica o gerente ambiental de Zoonoses, Rodrigo Menna Barreto Rodrigues.

Campanha

A Campanha Anual de Vacinação Antirrábica tem início previsto para 3 de outubro, em meio rural e urbano. A ação será dividida em três etapas, programadas para os dias 24 e 31 de outubro e 7 de novembro.

* Com informações da Secretaria de Saúde