20/10/20 9:21
Atualizado em 20/10/20 às 19:33

Campanha para preservar as unidades de conservação

O objetivo é conscientizar os frequentadores de parques da importância de utilizá-los com responsabilidade

O Instituto Brasília Ambiental, em parceria com a Administração Regional do Lago Norte, deu início à campanha “Sorria! Você está em uma Unidade de Conservação”. A ação educativa, que visa conscientizar os frequentadores de parques da importância de utilizá-los com responsabilidade e cuidado, buscando sua preservação, estreou no Parque Ecológico das Garças, no Lago Norte.

Foram distribuídos aos visitantes mil panfletos cujo conteúdo destaca o que é uma Unidade de Conservação (UC), sua importância, o que se pode e o que não se deve fazer dentro desses espaços, e convida a comunidade para cuidar deles junto com o órgão ambiental e com as Administrações Regionais.

De acordo com a chefe da Superintendência de Unidades de Conservação, Biodiversidade e Água  (Sucon) do instituto, Rejane Pieratti, a campanha foi criada para conscientizar os usuários dos parques que esses espaços onde eles passeiam, se exercitam, encontram amigos, contemplam a natureza, entre outras atividades, são unidades de conservação. “É importante que eles saibam como é a melhor forma de se portar nesses espaços e como podem contribuir para ajudar a conservá-los”, enfatiza.

O material distribuído gratuitamente explica que as UCs são áreas com características naturais relevantes e que foram legalmente criadas pelo poder público, com o objetivo de conservá-las para as presentes e futuras gerações, melhorando assim a qualidade de vida de todos.

É também destacado no impresso que existem ações que não se pode adotar dentro de uma UC, como  churrascos, consumo de bebidas alcóolicas, danificar o cercamento ou qualquer outra estrutura, deixar lixo espalhado no chão, destruir ou retirar plantas do local, entre outras.

Mas a grande intenção é mesmo chamar o usuário do parque para atuar como parceiro no cuidado do espaço. “Estamos começando pelos parques que ainda não têm guarita de vigilância. Nesses é mais urgente podermos contar com a ajuda da comunidade, de forma consciente, para a sua preservação”, diz a superintendente.

O próximo espaço ecológico a receber a campanha será a Área de Relevante Interesse Ecológico (Arie) do Bosque, localizada em frente ao Pontão do Lago Sul. Depois, serão alvo também o Parque Ecológico do Anfiteatro Natural do Lago Sul, mais conhecido como Asa Delta, e o Parque Ecológico Península Sul. Concluída essa primeira etapa, nova programação será feita incluindo outros parques.

Os folhetos foram distribuídos por uma equipe do Brasília Ambiental, das áreas de parques e UCs, educação ambiental e auditoria e fiscalização. A ação teve como principais parceiros a comunidade e a Administração Regional do Lago Norte.

* Com informações do Instituto Brasília Ambiental