4/2/21 20:05
Atualizado em 5/2/21 às 5:06

GDF investirá R$ 2 milhões na compra de cestas verdes para escoar produção

Produtores do DF receberam a notícia do secretário de Agricultura durante posse da diretoria da Associação de Hortifrutigranjeiros

Secretário de Agricultura, Candido Teles (ao microfone), prestigia posse da nova presidente da Associação dos Produtores, Sandra Vitoriano

O Governo do Distrito Federal (GDF) dará continuidade à compra das cestas verdes dos produtores rurais do DF. A notícia, que agradou em cheio os trabalhadores do campo, foi dada na manhã desta quinta-feira (4), pelo secretário de Agricultura do DF, Candido Teles, durante a solenidade de posse da nova diretoria da Associação dos Produtores de Hortifrutigranjeiros do DF e Entorno (Asphor). De acordo com o secretário, o investimento será de R$ 2 milhões.

“O governador Ibaneis Rocha já autorizou, e vamos continuar fazendo como no ano passado. O produtor pode produzir que, com certeza, a sociedade vai comprar, e o governo também vai comprar”, garantiu o secretário de Agricultura. 

Em 2020, com a pandemia, os produtores enfrentaram grandes dificuldades para comercializar suas produções. Como forma de amenizar o problema, por meio do Programa de Aquisição da Produção da Agricultura (Papa-DF), órgãos governamentais compraram produtos da agricultura familiar para programas como o Cesta Verde.  

“Ano passado foi muito difícil, um ano em que perdemos muitos produtores para a Covid-19, mas estamos firmes. E saber que o governo continuará a comprar do pequeno produtor nos dá esperança em um novo tempo, tempo de reconstruir”, afirmou a presidente reeleita da Asphor, Sandra Vitoriano.

Alimentos saudáveis

O Cesta Verde foi criado para levar alimentos saudáveis e de qualidade às famílias e pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional no DF. Durante o ano passado, por exemplo, assegurou a sobrevivência dos produtores e suas famílias e ainda gerou empregos.

 “Mesmo em meio a um cenário de desemprego gerado pela pandemia, o campo absorveu, inclusive, trabalhadores da cidade, que não encontravam empregos na área urbana”, contou Sandra.

Estiveram presentes ainda os deputados distritais Cláudio Abrantes e Roosevelt Vilela, além do chefe de gabinete do vice-governador Paco Britto, Paulo César Chaves.