9/3/21 13:48
Atualizado em 9/3/21 às 15:10

Palestra virtual debate dispositivos legais de proteção à mulher

Evento faz parte da agenda integrada com ações de todas as secretarias do GDF direcionadas ao público feminino

Quem concorda com o ditado popular segundo o qual “em briga de marido e mulher, não se mete a colher”, pode mudar de ideia após a palestra virtual que a jurista Camila Ribeiro de Souza vai proferir, no próximo dia 26, às 10h, em uma iniciativa da Secretaria de Atendimento à Comunidade (Seac). O tema é Violência contra a mulher: Quando o silêncio mata, o que fazer com a colher?

O silêncio não é um fator positivo, e a interferência externa em conflitos pode salvar mulheresJurista Camila Ribeiro de Souza, sobre um dos pontos a ser tratado na palestra

Camila defende a busca por ajuda em situações de violência doméstica. Para ela, “o silêncio não é um fator positivo, e a interferência externa em conflitos pode salvar mulheres. Esse será um dos pontos tratados na palestra, que poderá ser acompanhada pelo Instagram da Seac. Perguntas enviadas ao Whatsapp da pasta – (61) 99334-1407– serão encaminhadas à palestrante.

Bacharel em direito, Camila Ribeiro de Souza atua na área de Direito de Família e Sucessões. Ela aborda os principais temas jurídicos relacionados aos dispositivos legais de proteção à mulher, como as leis do Feminicídio (Lei nº 13.104/2015), Maria da Penha (Lei nº 11.340/2006), do Minuto Seguinte (Lei nº 12.840/2013), Joana Maranhão (Lei 12.650/2012) e de importunação sexual (Lei nº 13.718/2018).

Violência contra a mulher: Quando o silêncio mata, o que fazer com a colher?

– Dia 26, às 10h, com a jurista Camila Ribeiro de Souza.
– Acompanhamento pelo Instagram da Seac.
– Perguntas podem ser enviadas ao Whatsapp  (61) 99334.1407

*Com informações da Secretaria de Atendimento à Comunidade