23/3/21 9:26
Atualizado em 23/3/21 às 10:35

Luz que Protege leva LED para mais três regiões administrativas

Priorizando locais com equipamentos públicos e aumentando a segurança, Ceilândia, Pôr do Sol e Gama receberão, juntas, 847 luminárias

Um dos projetos mais importantes da Companhia Energética de B​rasília (CEB), o Programa Luz que Protege já investiu e melhorou a iluminação pública de diversas áreas do Distrito Federal. Com o objetivo de aumentar a segurança da população através da substituição de luminárias convencionais por modelos de LED, o Programa irá revitalizar pontos de iluminação em Ceilândia, Pôr do Sol e Gama.

R$ 665 milValor investido nas três RAs

Ao todo, 847 luminárias de LED serão instaladas. A Vila DVO, no Gama, já começou a receber 229 luminárias e 18 projetores de LED. A partir desta terça-feira (23), as QNM 2 e 4 e EQNM 17/19 em Ceilândia receberão as equipes da CEB para a instalação de 195 novas luminárias de LED. O Pôr do Sol terá as suas ruas iluminadas com as 423 luminárias modernas que visam melhorar a visibilidade dos pedestres e motoristas da região. Os investimentos, cerca de R$ 665 mil, são recursos da CIP – Contribuição de Iluminação Pública.

“O Programa Luz que Protege atua nas áreas tidas como sensíveis, que contabilizam maiores índices de criminalidade, de acordo com as informações que recebemos da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Distrito Federal. As equipes da CEB realizam a eficientização das luminárias em locais estratégicos para que a população do DF se sinta mais segura nas ruas”, declara o presidente da CEB, Edison Garcia.

“A expansão e a melhoria da iluminação pública são primordiais para prevenir a criminalidade e também para aumentar a sensação de segurança da população, que passa a ter mais tranquilidade em transitar pelas ruas da cidade. Isso significa mais segurança e mais qualidade de vida da população”, pontua o secretário de Segurança Pública, Anderson Torres.

O programa prioriza a eficientização em locais com equipamentos públicos tais como hospitais, Unidades de Pronto Atendimento – UPAs, escolas, delegacias, praças e áreas de grande circulação de pessoas e carros. Além disso, o LED também possui outros benefícios, como a economia média na conta de energia de até 40% nas luminárias e 60% para os projetores.

*Com informações da CEB /Ipes- Iluminação Pública e Serviços