8/4/21 12:24
Atualizado em 8/4/21 às 16:54

Plano de distribuição de doses remanescentes para as forças de segurança

Imunização acontece em diferentes postos para cada instituição. Continua a regra de prioridade para os servidores que estão na linha de frente

Os servidores serão orientados a se apresentar ao coordenador do posto de vacinação antes do encerramento das atividades, com antecedência mínima de trinta minutos | Foto: Breno Esaki/Agência Saúde

O planejamento para distribuição das doses remanescentes de vacinas aos profissionais da Segurança Pública passa a valer a partir desta quinta-feira (8). As regras foram definidas de forma conjunta entre as secretarias de Segurança Pública do DF (SSP/DF), de Saúde (SES), Casa Civil e representantes das corporações atendidas.

A aplicação das doses ocorrerá em diferentes postos para cada instituição. Continua a valer a regra de prioridade para os servidores que estão na linha de frente, por conta da maior exposição ao risco de contágio e transmissão do vírus, como aqueles envolvidos em resgates, atendimento pré-hospitalar e vigilância das medidas de distanciamento social.

“Também continua a valer a proporcionalidade em relação ao efetivo de cada umas das instituições que receberão o imunizante. As instituições deverão elaborar escalas de servidores para dar apoio ao posto de vacinação e, havendo disponibilidade de doses residuais, eles serão vacinados. Desta forma é possível que cada força se organize. A idade também é outro quesito que será levado em consideração”, explica do secretário de Segurança, delegado Júlio Danilo.

“Importante deixar claro que o comparecimento não garante o recebimento do imunizante, devendo sempre aguardar a orientação da equipe da Secretaria de Saúde local”secretário de Segurança, delegado Júlio Danilo

Os servidores serão orientados a se apresentar ao coordenador do posto de vacinação antes do encerramento das atividades, com antecedência mínima de trinta minutos. Eles darão o apoio necessário e auxilio na organização e segurança do fechamento das unidades de vacinação.

“Importante deixar claro que o comparecimento não garante o recebimento do imunizante, devendo sempre aguardar a orientação da equipe da Secretaria de Saúde local”, completa Danilo.

O secretário de Saúde, Osnei Okumoto, considera “importante esse trabalho feito em conjunto entre secretarias e representantes das corporações porque, somente assim, conseguimos chegar a uma decisão técnica que atende de forma harmônica o interesse de todos, e isso vem referendar a solicitação feita pelo governador Ibaneis Rocha para que tudo fosse feito com agilidade e eficiência”.

A quantidade de doses foi definida a partir do efetivo de cada corporação. Poderão receber o imunizante servidores das polícias Militar (PMDF) e Civil (PCDF), Corpo de Bombeiros (CBMDF), Departamento de Trânsito (Detran-DF) e agentes da Secretaria de Administração Penitenciária (Seape). Servidores da SSP/DF e de Justiça (Sejus) também fazem parte do grupo.

As doses serão aplicadas nas seguintes unidades: 

PMDF
Quadra coberta, no Paranoá; UBS 1, na Asa Sul; UBS 1, na Candangolândia; UBS 4, no Guará; UBS 2, na Estrutural; UBS 1, no Riacho Fundo II; UBS 2, no Riacho Fundo II; UBS 1, em Brazlândia; UBS 7, em Ceilândia; UBS 17, em Ceilândia; UBS 1, no Gama; Assembleia de Deus de Santa Maria; UBS 1, em Sobradinho I; UBS 2, em Sobradinho II; UBS 2, em Samambaia; Administração Regional de Samambaia; e UBS 1, em Taguatinga.

CBMDF
Policlínica, no Lago Sul; UBS 1, no Guará; UBS 1, no Riacho Fundo I; UBS 16, em Ceilândia; UBS 3, no Gama; UBS 2, em Santa Maria; Casa Vivência, em Planaltina; UBS 3, no Recanto das Emas; UBS 7, em Samambaia; UBS 5, em Taguatinga.

PCDF
UBS 1, no Lago Norte; UBS 3, no Guará; UBS 1, no Núcleo Bandeirante; UBS 5, em Ceilândia; UBS 5, no Gama; UBS 2, no Itapoã; UBS 5, em Planaltina; e Estacionamento Bezerrão, no Gama.

Seape
Centro de Práticas, no Jardim Botânico, e Ginásio São Bartolomeu, em São Sebastião

Sejus
UBS 2, na Asa Norte

Detran
Regional de Santa Maria e UBS 3 de Ceilândia

SSP
UBS 2 do Cruzeiro e UBS 2 do Guará

* Com informações da SSP/DF