16/5/21 11:58
Atualizado em 17/5/21 às 12:18

Jovens aprendizes em atuação nos viveiros da Novacap

Pessoas entre 18 e 24 anos adquirem experiência sob a tutela de monitores e abrem portas para o mercado de trabalho

Os viveiros de mudas da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) vão ganhar um importante reforço de mão de obra. Em breve, uma nova turma de cerca de 200 jovens aprendizes em jardinagem vai se juntar os servidores, que trabalham na área. O valor estimado da contratação pelo Governo do Distrito Federal (GDF) é de R$ 4,3 milhões.

A carga horária de aprendizado é de quatro horas por dia durante quatro dias na semana, sendo o quinto dia reservado para o curso teórico obrigatório | Foto: Acácio Pinheiro/ Agência Brasília

Durante 11 meses, os jovens aprendizes, com idade entre 18 e 24 anos, vão se envolver diretamente na produção de mudas nos dois viveiros da Novacap – o I, localizado no Park Way, e o II, no Setor de Oficinas Norte. A carga horária de aprendizado é de quatro horas por dia durante quatro dias na semana, sendo o quinto dia reservado para o curso teórico obrigatório.

Anualmente, a companhia planta, via programa de arborização urbana do DF, cerca de 140 mil mudas de árvores, prezando por espécies nativas do cerrado, bioma local

Nos viveiros, os jovens aprendizes em jardinagem terão contato com todo o processo de manufatura feito pela Novacap, como explica a chefe da Divisão de Agronomia da companhia, Janaína Gonzales: “Eles participam diretamente de todas as etapas, desde o semeio até o transplantio das mudas provenientes”. Eles são acompanhados por monitores e todo o aprendizado é supervisionado pela Novacap.

Por mês, em torno de 200 mil mudas de flores são destinadas à ornamentação de canteiros e áreas verdes nos quatro cantos do DF

Participante do programa em 2018, Jonatha Santana hoje trabalha como monitor dos aprendizes e lembra do período em que trabalhou nos viveiros com carinho. “É muito gratificante ver o fruto do seu trabalho germinando depois de algumas semanas”, avalia. Os participantes do curso também saem da experiência com mais chances de ingressar no mercado de trabalho. “Indiquei alguns colegas para vagas em empresas de jardinagem”, conta.

Anualmente, a companhia planta, via programa de arborização urbana do DF, cerca de 140 mil mudas de árvores, prezando por espécies nativas do cerrado, bioma local. Além disso, por mês, em torno de 200 mil mudas de flores são destinadas à ornamentação de canteiros e áreas verdes nos quatro cantos do DF. Nos viveiros, a Novacap tem capacidade para produzir um milhão e meio de mudas por ano.

O presidente da Novacap, Fernando Leite, destaca a importância que projetos como este, com a participação de jovens aprendizes, têm para o desenvolvimento econômico e social do DF.

“Este processo de contratação é muito importante para a Novacap porque a Companhia preza e valoriza a inserção dos jovens no mercado de trabalho. Com certeza contribuirão muito com as ações na nossa cidade”, ressalta.

 

Galeria de Fotos

Jovens aprendizes atuam nos viveiros da Novacap