1/7/21 14:17
Atualizado em 1/7/21 às 14:27

Evento leva cursos e palestras a mulheres de Santa Maria

Ação da Secretaria de Empreendedorismo e do Instituto EVA capacitará 300 moradoras da região. Inscrições estão abertas até esta sexta (2)

A Secretaria de Empreendedorismo e o Instituto EVA, em parceria com a Administração Regional de Santa Maria, lançam na cidade o evento Mulheres Empreendedoras do Distrito Federal, voltado para instrução e capacitação do público feminino. No período de quatro semanas, serão realizadas atividades práticas em cursos livres e palestras.

O Mulheres Empreendedoras busca orientar e capacitar 300 moradoras da região e adjacências. Serão oferecidos seis cursos livres e cinco palestras. O objetivo é promover, por meio de capacitação e aperfeiçoamento, a certificação da força de trabalho e a formação de quadros profissionais para servir aos diversos setores da sociedade. E também fomentar a formalização de novas microempreendedoras individuais (MEI).

Cada curso terá carga horária de 40 horas por turno (divididos em turmas pela manhã e à tarde, com duração de duas horas aula/dia e 10 horas de palestras com temas variados). As inscrições podem ser realizadas até esta sexta-feira (2), na Administração Regional de Santa Maria.

Serviço:

Período e horário das inscrições
Até 2/7, das 9h às 12h e das 14h às 17h. As inscrições serão presenciais e por ordem de chegada, obedecidos os critérios supracitados, na Administração Regional de Santa Maria.

Documentação necessária
Cópia da carteira de identidade, CPF e comprovante de endereço.

Divulgação da lista de selecionadas
Dias 3 e 4. A relação das alunas contempladas estará fixada no local do evento e no mural da Administração de Santa Maria.

Critérios de inscrições nos cursos livres
– Mulheres maiores de 18 anos, com, no mínimo, Ensino Fundamental como nível de instrução;
– Preferencialmente residentes em Santa Maria e circunvizinhanças, com comprovação de endereço (Ex. contas de água, luz, telefone, internet);
– Mulheres inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (Cadastro Único);
– Mulheres que se encontrem em situação de vulnerabilidade social;
– Mulheres que sofreram violência doméstica;
– Mulheres desempregadas;
– Mulheres que se encontram na situação de chefe de família.

*Com informações da Secretaria de Empreendedorismo