24/7/21 10:28
Atualizado em 24/7/21 às 11:16

Skatista de Brasília mostra sua arte radical nos Jogos Olímpicos

Felipe Gustavo, nascido no Guará, entra na disputa na categoria street neste sábado (24)

O skate abre seus trabalhos neste sábado (24) nos Jogos Olímpicos de Tóquio. E o início das competições terá a participação do brasiliense Felipe Gustavo Alves de Macedo, pela categoria street. O jovem, que nasceu no Guará e vive atualmente em Los Angeles, nos Estados Unidos, esteve em Brasília no mês passado, onde conheceu o projeto de um sonho de criança: a construção de uma pista de skate dentro dos padrões olímpicos no Parque da Cidade Dona Sarah Kubitschek.

Foto: Divulgação
Aos oito anos, Felipe Gustavo teve o primeiro contato com o skate. E, aos 15, trocou as manobras no DF pelos Estados Unidos, para se profissionalizar | Foto: Instagram do atleta Felipe Gustavo

“Esse é mais um sonho realizado, mais de 22 anos de skate e Brasília nunca teve uma pista oficial. Eu me sinto lisonjeado ao participar desse projeto, um grande sonho meu de ser o embaixador do skate de Brasília. E agradeço o esforço de todos por isso, inclusive, do nosso governador. Comecei a andar de skate no Parque da Cidade e, 20 anos depois, vamos voltar para lá com uma pista oficial. Vamos realizar esse sonho”, destacou o atleta na ocasião, no Palácio do Buriti.

Aos oito anos, quando era conhecido pelos amigos como “Bochecha”, Felipe Gustavo teve o primeiro contato com a modalidade e deixou de lado o futebol, que gostava de praticar. Aos 15 anos, tomou a decisão radical de trocar o Setor Bancário Sul, ponto de encontro bastante popular entre praticantes, pela Califórnia, nos Estados Unidos, para se profissionalizar nas manobras radicais. Entre suas principais conquistas estão o terceiro lugar no Mundial de Skate de 2019.

“Nossa missão é possibilitar, cada vez mais, o acesso das pessoas às práticas esportivas. E dentro disso está a construção de uma nova pista de skate. O esporte é saúde, mas também é disciplina. E o Felipe Gustavo é exemplo disso, de alguém que conseguiu construir uma trajetória de sucesso dentro do esporte que ama. Estamos aqui na torcida”, reforça a secretária de Esporte e Lazer, Giselle Ferreira.

*Com informações da Secretaria de Esporte e Lazer