26/7/21 19:47
Atualizado em 26/7/21 às 22:19

Mais doses sem agendamento para maiores de 35 anos

Vacinação contra covid-19 atinge mais faixas etárias a partir de quinta-feira (29). Até lá, foco é aplicação da segunda dose

A Secretaria de Saúde deve receber novas 43.110 doses do Ministério da Saúde, o que vai permitir mais uma vez baixar a faixa etária do público-alvo da imunização

A partir de quinta-feira (29), a vacinação contra a covid-19 no Distrito Federal vai chegar à população com mais de 35 anos. A imunização por faixa etária segue em esquema de mutirão, sem necessidade de agendamento e com a disponibilização de 100 postos de vacinação. A novidade foi anunciada na tarde desta segunda-feira (26) pelos secretários de Saúde, Osnei Okumoto, e da Casa Civil, Gustavo Rocha, em coletiva de imprensa no Palácio do Buriti.

Durante a conversa com os jornalistas, os gestores enfatizaram o sucesso do mutirão ocorrido no final de semana passado, que vacinou 138.807 pessoas – 112.610 com a primeira dose, 23.767 com a segunda dose e 2.430 com a dose única. “Havia um receio de que houvesse longas filas, por isso a Secretaria de Saúde disponibilizou 100 pontos de vacinação e a imunização por demanda espontânea ocorreu de forma muito adequada”, afirmou Gustavo Rocha.

“Se formaram algumas filas no início, mas ao longo do dia e nos dias seguintes houve uma demora muito pequena e alguns pontos estavam até sem fila”, ressaltou.

Em coletiva, os secretários de Saúde, Osnei Okumoto, e da Casa Civil, Gustavo Rocha, enfatizaram o sucesso do mutirão ocorrido no final de semana passado, que vacinou 138.807 pessoas | Fotos: Joel Rodrigues/Agência Brasília

Segundo o secretário, o desempenho mostra a capacidade de vacinação das equipes de saúde do DF. Ele afirmou que, com o mutirão, o DF subiu cinco posições no ranking nacional de doses aplicadas. “Digo que não há estado que tenha melhores condições de promover a vacinação da população como o DF. Só precisamos de doses”, disse. Gustavo Rocha ressaltou que, atualmente, o DF não tem nenhuma dose para primeira aplicação no estoque da rede de frio da Secretaria de Saúde.

A secretaria deve receber, entre terça (27) e quarta-feira (28), novas 43.110 doses do Ministério da Saúde, o que vai permitir mais uma vez baixar a faixa etária do público alvo da imunização, seguindo o mesmo modelo da vacinação do fim de semana.

Osnei Okumoto explicou que a disponibilização dos 100 pontos de vacinação foi possível com a troca dos postos destinados para a aplicação da vacina contra a gripe, que continua sendo feita nos 54 postos que aplicavam a vacina contra a covid-19. “Gostaria de agradecer aos colegas servidores da Saúde e aos voluntários que participaram da vacinação e fizeram com que fosse um sucesso”, afirmou.

A Secretaria de Saúde vai divulgar a relação dos postos que aplicarão a primeira dose, segunda dose ou as duas. Nesta semana, o foco é a aplicação da segunda dose, para quem tomou a primeira há 90 dias. O secretário da Casa Civil ressaltou que, até o fim de agosto, 290 mil doses para segunda aplicação deverão ser utilizadas no DF.

Os gestores também afirmaram que, tão logo o Ministério da Saúde defina os critérios para a antecipação da segunda dose da Pfizer para 21 dias, a Secretaria de Saúde vai tomar providências para seguir a recomendação.

Galeria de Fotos

Coletiva sobre as ações do GDF no combate à covid-19.