GDF
9/8/21 17:05
Atualizado em 9/8/21 às 21:09

Intercâmbio de experiências com a Sudeco para desenvolver o DF

Protocolo de Intenções entre Consórcio Brasil Central e Sudeco promoverá agilidade em setores como agropecuária, infraestrutura e meio ambiente

“Poderemos usufruir da expertise da Sudeco para ajudar os estados” Paco Britto, vice-governador

Desenvolvimento econômico e social, agropecuária, infraestrutura e logística, industrialização, educação, empreendedorismo, inovação e meio ambiente. Essas oito áreas serão fortalecidas com a assinatura, na manhã desta segunda-feira (9), de um protocolo de intenções entre a Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco) e o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central (BrC), do qual o Distrito Federal faz parte.

Protocolo de intenções foi assinado por representantes da Sudeco e do Consórcio BrC | Foto: Vinícius de Melo/Agência Brasília

O objetivo do protocolo é proporcionar o intercâmbio de conhecimentos e experiências, além da realização de ações conjuntas de cooperação institucional, em áreas de interesse comum, com foco na promoção do desenvolvimento regional, maior articulação política e fortalecimento da região, conforme entendimentos prévios acertados em reuniões conjuntas.

Secretário executivo do consórcio BrC, o vice-governador Paco Britto comprova a integração entre o consórcio e o governo federal e deposita esperança na agilidade no desenvolvimento de ações em áreas tão importantes. “Poderemos usufruir da expertise da Sudeco para ajudar os estados”, enfatizou.

Trabalho integrado

“É uma iniciativa em que poderemos ajudar os estados e trabalhar em conjunto com obras estruturantes” Nelson Vieira Fraga Filho, superintendente da Sudeco

Presidido pelo governador Ibaneis Rocha, o consórcio reúne, além do DF, os estados de Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Tocantins, com o objetivo de promover o desenvolvimento econômico e social da região, de forma integrada e por meio da cooperação entre as unidades federativas para tornar a região ainda mais competitiva.

Com o protocolo de intenções, todos os estados que compõem o BrC podem apresentar propostas de projetos e ações para que a Sudeco inclua, já no orçamento de 2022, recursos federais para a execução de demandas. Por meio de recursos não reembolsáveis, a superintendência vai contribuir com base em propostas voltadas para o desenvolvimento regional.

“Na prática, esse documento nos permite trabalhar em conjunto com projetos estruturantes”, explicou o superintendente da Sudeco, Nelson Vieira Fraga Filho. “É uma iniciativa em que poderemos ajudar os estados e trabalhar em conjunto com obras estruturantes.”

 

 

Galeria de Fotos

Documento fortalece projeto em áreas estruturantes do DF