15/8/21 12:30
Atualizado em 15/8/21 às 16:11

Mais R$ 36 mi em infraestrutura para Vicente Pires

Novo contrato de obras contempla serviços remanescentes de pavimentação, drenagem, calçadas e meios-fios nas ruas 5, 6, 8, 10 e 12

Em continuidade à implantação da infraestrutura de Vicente Pires, o Governo do Distrito Federal (GDF) está tocando as obras remanescentes de pavimentação, drenagem, calçadas e meios-fios nas ruas 5, 6, 8, 10 e 12. São mais de R$ 36 milhões em investimentos para dar mais qualidade de vida a mais de 66 mil moradores da região.

A Rua 12, uma das principais de Vicente Pires, está com o asfaltamento em fase de conclusão. Na sequência, serão concluídos os meios-fios e calçadas | Fotos: Paulo H. Carvalho

O novo contrato prevê a execução de 228,9 mil metros quadrados de pavimentação, 10,6 mil metros de drenagem e 69,6 mil metros quadrados de calçadas. O projeto também contempla a conclusão de 398 metros de uma galeria subterrânea. Serão executados, entre outros serviços, a conclusão da drenagem e da pavimentação de trechos das ruas 5, 6 e 12 e a conclusão dos meios-fios e das calçadas das ruas 5, 6, 8, 10 e 12.

“Uma das vantagens deste novo contrato é que, agora, há apenas uma empresa para executar todos os serviços. Não teremos mais várias empresas executando obras em uma única rua, como ocorreu no passado”Luciano Carvalho, secretário de Obras

Um fator que vai colaborar para o bom andamento das obras é que, diferentemente dos contratos antigos previstos para a cidade, o atual está nas mãos de um mesmo consórcio. “Uma das vantagens deste novo contrato é que, agora, há apenas uma empresa para executar todos os serviços. Não teremos mais várias empresas executando obras em uma única rua, como ocorreu no passado”, explica o secretário de Obras, Luciano Carvalho.

Do contrato anterior, restam ser executados os últimos 400 metros de pavimentação da Rua 12; a construção de calçadas e meios-fios em trecho da Rua 4 (paralela à administração regional); o revestimento de uma rede de drenagem construída em tunnel liner também na Rua 4; e o tunnel liner da Rua 8.

“São obras que o governador Ibaneis Rocha determinou que fossem feitas no novo contrato. Neste pacote, será praticamente finalizada a drenagem da cidade. Teremos também a acessibilidade nas calçadas das ruas 3, 5, 8 e 10, entre outros que vão melhorar a drenagem da cidade. São serviços que trazem de volta a alegria, o sorriso e a tranquilidade para os moradores”, aponta o administrador de Vicente Pires, Daniel de Castro.

Para além destas obras de infraestrutura, o GDF prepara a entrega da ponte da Rua 4, de um Ponto de Encontro Comunitário (PEC) na mesma rua e do jardim em frente à administração regional para a próxima sexta-feira (20). Além destes, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) está mais de 80% executada, segundo o administrador, e será entregue até o fim do ano.

Andamento das obras de infraestrutura:

  • Rua 1 (rua do Jóquei) – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios-fios concluídos.
  • Rua 3 – Drenagem e pavimentação, calçadas e meios-fios concluídos.
  • Rua 3B – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios-fios concluídos.
  • Rua 3C – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios-fios concluídos.
  • Rua 4 – No momento, a empresa contratada finaliza a pavimentação asfáltica na rua paralela a da Administração Regional. Na sequência, virá a instalação de calçadas e meios-fios nesta região. Paralelamente, a empresa trabalha no revestimento da rede de drenagem construída em método não destrutivo, conhecido como tunnel liner.
  • Rua 4A – Drenagem e pavimentação, calçadas e meios-fios concluídos.
  • Rua 4B (rua da delegacia) – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios-fios concluídos.
  • Rua 4C (rua da Faculdade Mauá) – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios-fios concluídos.
  • Rua 4D – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios-fios concluídos.
  • Rua do Sicoob – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios-fios concluídos.
  • Rua 5 – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios-fios previstos nos atuais contratos concluídos. Os serviços pendentes de execução – drenagem, pavimentação, calçadas, meios-fios e bocas de lobo – serão executados no novo contratado já em andamento.
  • Rua 6 – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios-fios previstos nos atuais contratos concluídos. Os serviços pendentes de execução, em sua grande maioria calçadas, meios-fios e bocas de lobo, serão executados no novo contratado já em andamento.
  • Rua 7 – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios-fios concluídos.
  • Rua 8 – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios-fios previstos nos atuais contratos concluídos. Os serviços pendentes de execução, em sua grande maioria calçadas, meios-fios e bocas de lobo, serão executados no novo contrato já em andamento.
  • Rua 10 – Serviços de drenagem, pavimentação e instalação de calçadas e meios-fios previstos nos atuais contratos concluídos. Os serviços pendentes de execução, em sua grande maioria calçadas, meios-fios e bocas de lobo, serão executados no novo contrato já em andamento.
  • Rua 12 – No momento, a empresa contratada trabalha na pavimentação dos últimos 400 metros da Rua 12 previstos nos atuais contratos em vigor. A previsão é de que os serviços sejam concluídos nos próximos dias. Na sequência, terá início a instalação dos meios-fios, a construção das calçadas, a abertura de bocas de lobo e, posteriormente, a sinalização horizontal e vertical da via.
  • Colônia Agrícola Samambaia – A empresa contratada trabalha na pavimentação da rua 3.
  • Lagoas de detenção – O projeto prevê a construção de 22 lagoas (18 estão concluídas) e 85 dissipadores (45 estão finalizados).
  • Ponte sobre o córrego Vicente Pires – Situada à margem da via estrutural, a construção da ponte de 40 metros de extensão está concluída e já foi entregue à população.
  • Obra de Arte Especial n. 2 – Obra em fase final. A previsão é de que a ponte seja liberada para o tráfego de veículos na segunda quinzena de agosto. O monumento de 82 metros de extensão e 13,2 metros de largura está orçado em aproximadamente R$2,3 milhões, e está previsto para ser entregue à população na primeira quinzena de setembro.