Fale com o Governo Ações em Destaques

17/8/21 às 19:27, Atualizado em 17/8/21 às 19:36

Recuperação de 6 km de vias para área rural do Gama

Manutenção das estradas ajuda no escoamento da produção de hortaliças da região. Pelo menos cinco comunidades são beneficiadas

Rafael Secunho, da Agência Brasília | Edição: Saulo Moreno

O pastor Diones Almeida, 41 anos, celebra seus cultos em uma igreja na região do Monte dos Milagres, um pequeno núcleo rural do Gama. O acesso ao local estava cada vez pior em virtude das estreitas estradas esburacadas de terra. As celebrações, muito vazias. Graças ao trabalho do GDF Presente e da Administração Regional, a situação começa a mudar na comunidade.

A recuperação das vias na região do Morro dos Milagres está garantindo mais conforto para os moradores e permitindo que o local seja frequentado diariamente por praticantes de diversas religiões | Fotos: Divulgação GDF Presente

Semana passada, a pista de terra foi toda patrolada e nivelada pelos operários. Diones aprovou o serviço. “Além do conforto para os moradores, agora fica mais fácil para as pessoas acessarem o morro e fazerem suas orações”, observa. O monte, que dá nome ao vilarejo, é um espaço espiritual frequentado diariamente por praticantes das mais diversas religiões.

“É um serviço que fazemos com muita alegria pois estamos ajudando aos pequenos agricultores e trazendo qualidade de vida para os moradores do campo” Germano Guedes, coordenador do Polo Sul 2

Mas as ações na área rural do Gama não foram somente ali. Os homens do Polo Sul 2 e da administração recuperaram 6 km de estradas não pavimentadas. Moradores do setor de chácaras da Vila Roriz, Residencial Paraíso e Avenida Katalub, na Ponte Alta Norte, também foram beneficiados com mais mobilidade e menos poeira no ambiente.

Trata-se de uma área onde a produção de hortaliças é muito comum e as novas vias vão ajudar ainda no escoamento da produção. “Temos muitos produtores rurais nessas comunidades. Para se ter uma ideia, em 2020, o Gama foi o maior produtor de alface do Distrito Federal e isso se deve também a eles”, revela a administradora do Gama, Joseane Feitosa.

Duas equipes de dez servidores se dividiram para o serviço na área rural, incluindo aí a participação de reeducandos da Secretaria de Administração Penitenciária (Seape). “É um serviço que fazemos com muita alegria, pois estamos ajudando aos pequenos agricultores e trazendo qualidade de vida para os moradores do campo”, pontua o coordenador do polo, Germano Guedes.

Últimas Notícias