23/8/21 19:00
Atualizado em 23/8/21 às 19:34

Faixa etária de 17 anos será vacinada em postos exclusivos

Imunização desse grupo começa nesta terça-feira (24). Segunda dose da Pfizer para quem tem cartão agendado para até 3 de setembro será antecipada

A vacinação de adolescentes de 17 anos será feita em 30 postos exclusivos para essa faixa etária. O mutirão sem a necessidade de agendamento começa às 8h desta terça-feira (24) apenas em postos para pedestres, sendo que três deles funcionam até às 22h: a UBS 7 de Ceilândia, a UBS 1 de Brazlândia e a UBS 5 de Planaltina.

“Onde acontecerá a vacinação de pessoas de 17 anos, só terá vacina da Pfizer, a única aprovada pela Anvisa para ser aplicada nesse público”Gustavo Rocha, secretário da Casa Civil

Os pontos de imunização, tanto para adolescentes de 17 anos quanto para a imunização de adultos e aplicação da segunda dose, podem ser consultados no site da Secretaria de Saúde.

Também será publicado no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) desta terça novo decreto que acaba com a limitação de horário para o funcionamento de entregas e drive-thru.

Atualmente, os estabelecimentos só podem funcionar até meia-noite e delivery e drive-thru até 1h, desde que o pedido tenha sido feito até meia-noite. Agora, essa restrição não será mais feita. O decreto, porém, não altera o funcionamento presencial dos bares e restaurantes nem o toque de recolher.

Em coletiva de imprensa no Palácio do Buriti na tarde de segunda-feira (23), os secretários de Saúde, Osnei Okumoto, e da Casa Civil, Gustavo Rocha, explicaram que vacinar os adolescentes em postos exclusivos é uma forma de evitar que as demais pessoas que forem se vacinar tentem escolher a marca do imunizante.

Os detalhes da vacinação para adolescentes de 17 anos foram apresentados pelos secretários de Saúde, Osnei Okumoto, e da Casa Civil, Gustavo Rocha, em coletiva nesta segunda-feira (23) | Fotos: Renato Araújo/ Agência Brasília

“Onde acontecerá a vacinação de pessoas de 17 anos, só terá vacina da Pfizer, a única aprovada pela Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) para ser aplicada nesse público”, afirmou Gustavo Rocha.

Os postos de vacinação dos adolescentes ainda aplicarão doses em gestantes e puérperas, que também devem tomar a Pfizer. Os adolescentes não precisarão estar acompanhados dos pais ou responsáveis.

Segundo o secretário da Casa Civil, há 48.263 pessoas com 17 anos no Distrito Federal, algumas delas já foram vacinadas por terem comorbidade, mas há doses suficientes para todos.

48.263é o número de pessoas com 17 anos no DF

Ele explicou que as doses destinadas para os adolescentes com comorbidades e não aplicadas foram remanejadas para atender o novo público-alvo da campanha no DF e disse que o GDF espera encerrar a vacinação nesta terça-feira com a imunização de 100% das pessoas na faixa etária de 17 anos.

Gustavo Rocha ressaltou a alta procura dos jovens pela imunização e anunciou que 46,09% das pessoas com 18 e 19 anos receberam a primeira dose, o percentual de imunização da população de 20 e 21 anos está em 60,87% e em 67,36% entre os de 26 e 27 anos.

“Acima de 20 anos, todas as faixas etárias estão com mais de 60% de imunização, até chegar em 84% entre as pessoas de 48 e 49 anos, 89% de 50 anos e assim por diante”, afirmou o secretário.

Antecipar doses da Pfizer

Na conversa com os jornalistas, os gestores também anunciaram que, a partir de quinta-feira (26), o GDF vai antecipar a segunda dose da vacina da Pfizer para quem deveria tomá-la até o dia 3 de setembro.

Atualmente, a antecipação está ocorrendo para quem tomou a AstraZeneca e tinha marcada a data até o dia 31 de agosto para receber a segunda dose.

O secretário de Saúde, Osnei Okumoto, disse que o GDF desmobilizou 20 leitos de UTI-Covid no Hospital Regional da Asa Norte (Hran), que poderão ser usados como leitos de UTI geral, o que deve ajudar na ampliação de cirurgias eletivas.

Atualmente, a Secretaria de Saúde realiza cinco mil operações por mês. Segundo ele, há 125 casos de internação pela variante Delta no DF, sendo que quatro deles resultaram em óbito.

Galeria de Fotos

Coletiva sobre as ações do GDF no combate à covid-19