29/8/21 14:58
Atualizado em 29/8/21 às 15:14

Em seis meses, 11 mil toneladas de asfalto para as vias do DF

Volume foi utilizado na manutenção das pistas de várias cidades, levando conforto e segurança à população

De janeiro a julho deste ano, a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) já disponibilizou às regiões administrativas cerca de 11 mil toneladas de massa asfáltica para recuperação de vias. O investimento foi de mais de R$ 4 milhões e beneficiou milhares de motoristas com pistas mais seguras. O montante se refere ao aplicado apenas pela Divisão de Manutenção Asfáltica (Dimav) daquela empresa.

Em Sobradinho, cerca de 1,3 quilômetros de pistas que estavam esburacadas e com várias lombadas viraram um ‘tapete’| Foto: Paulo Henrique Carvalho/Agência Brasília

Em Taguatinga, por exemplo, foram quase 3 km de recapeamento asfáltico executados no primeiro semestre: 2,2 km de pista nova entre as QNDs 20 e 25; e entre as QNDs 32 e 46. Já na via principal da Praça do Bicalho, foram mais 500 metros. Sobradinho foi outra região atendida com a massa asfáltica da Dimav.

“Melhorar a infraestrutura da região significa melhorar a qualidade de vida da população. Ao longo de 15 anos, essa via não passava por uma boa manutenção”Abílio Castro, administrador regional de Sobradinho

Quem passa pelas quadras 16 e 18 de Sobradinho já pode ver o movimento de máquinas fazendo o recapeamento asfáltico das vias que há, pelo menos 30 anos, não recebiam este cuidado. Cerca de 1,3 quilômetros de pistas que estavam esburacadas e com várias lombadas viraram um ‘tapete’. O investimento é de mais de um milhão de reais oriundos de emenda parlamentar do distrital João Cardoso.

“Melhorar a infraestrutura da região significa melhorar a qualidade de vida da população. Ao longo de 15 anos, essa via não passava por uma boa manutenção”, ressalta o administrador regional de Sobradinho, Abílio Castro. “A pista também é uma das saídas para a BR-020 [rodovia que liga Brasília a Fortaleza] e vai ajudar a desafogar o trânsito”, complementa.

A comerciante Eliana Santana, 52 anos, trabalha no terminal rodoviário da quadra 18. Segundo ela, o recapeamento era “pra lá de necessário”. “Não podia chover que abriam buracos na pista. O asfalto estava muito velho. Que bom que vamos ganhar um novinho”, celebra. “A obra traz um pouco de transtorno para a gente, mas se é um por um bom motivo, vale à pena”, arremata.

Mesmo com os olhares voltados para ações de combate ao coronavírus, o Governo do Distrito Federal não deixou de investir em outras áreas. Em 2020, cerca de R$ 67 milhões foram aplicados em operações de recapeamento e tapa-buracos em toda a capital. Além da Novacap, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) também atua na recuperação asfáltica das vias da capital.

Galeria de Fotos

Em seis meses, 11 mil toneladas de asfalto para as vias do DF