Fale com o Governo Ações em Destaques

3/9/21 às 19:55, Atualizado em 7/3/22 às 11:14

Plano Piloto terá escola bilíngue Libras e Português

Anúncio foi feito à primeira-dama da República, Michelle Bolsonaro, pela secretária de Educação, Hélvia Paranaguá

Agência Brasília* | Edição: Rosualdo Rodrigues

“A educação deve olhar para todos, mas esse olhar precisa ser diferenciado de acordo com as necessidades de cada um” - Hélvia Paranaguá, secretária de Educação

Um sonho antigo da comunidade surda do Distrito Federal em breve será realidade. Em uma área especial, na 912 Sul, vai ser instalada a nova Escola Bilíngue Libras e Português Escrito do Plano Piloto. O compromisso foi selado no Palácio do Planalto, em uma reunião entre a secretária de Educação, Hélvia Paranaguá, e a primeira-dama da República, Michelle Bolsonaro.

“Nós vamos implementar a Escola Bilíngue do Plano Piloto. A médio prazo será um espaço que também vai proporcionar atividades de lazer, cultura e esporte. E é emocionante estarmos à frente desse projeto, que fará a diferença na vida desses estudantes. A educação deve olhar para todos, mas esse olhar precisa ser diferenciado, de acordo com as necessidades de cada um”, anunciou Hélvia Paranaguá à primeira-dama.

A Escola Bilíngue Libras e Português Escrito do Plano Piloto será instalada em uma área especial, na 912 Sul/ Foto: Foto Álvaro Henrique/Ascom/SEED-DF

Michelle Bolsonaro, que vem se empenhando para que a iniciativa saia do papel, comemorou a notícia. “A escola vai fazer a diferença para quem realmente precisa. É um presente muito grande que vocês [comunidade surda] estão recebendo. Vocês lutaram e não deixaram de acreditar nos seus sonhos”, afirmou a primeira-dama, que também agradeceu pelo apoio do Governo do Distrito Federal (GDF).

A primeira-dama do Distrito Federal e secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha, destacou que a ação é fruto da união de esforços entre o governo federal e várias pastas do GDF que trabalharam para que este sonho se transformasse em realidade.

“O trabalho conjunto em prol de resultados efetivos é uma marca do GDF. A nova Escola Bilíngue Libras e Português Escrito é uma conquista para toda a comunidade surda, garantindo, assim, educação para todos”, concluiu Mayara.

Também participaram da reunião, realizada em 18 de agosto, os secretários de Governo, José Humberto Pires; de Economia, André Clemente; e da Pessoa com Deficiência, Flávio Pereira dos Santos; a subchefe de Políticas Sociais e Primeira Infância do GDF, Anucha Soares; a secretária de Modalidades Especializadas de Educação do Ministério da Educação (MEC), Ilda Peliz; a diretora regional e a coordenadora de Política Educacional da Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos (Feneis), Mariana Siqueira Rolla Silva Alves e Maria de Fátima Félix Nascimento, respectivamente; e os membros da instituição Sandra Patrícia de Faria do Nascimento e Leonardo Félix Rios.

* Com informações da Secretaria de Educação do DF

 

Últimas Notícias