11/9/21 10:26
Atualizado em 11/9/21 às 10:26

Escola Superior de Ciências da Saúde completa 20 anos

Secretário de Saúde, general Pafiadache, participou da cerimônia de aniversário, realizada on-line

Uma cerimônia realizada nesta sexta-feira (10) celebrou os 20 anos de criação da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS), uma instituição de ensino inserida na estrutura da Secretaria de Saúde do Distrito Federal que visa a formação de profissionais – médicos e enfermeiros – para atuarem na própria rede. Nestes 20 anos de existência, a ESCS já graduou 1.104 médicos e 424 enfermeiros, além de 134 mestres e 12 doutores.

Por ano, são ofertadas 80 vagas para o curso de Medicina e outras 80 vagas para o curso de Enfermagem da ESCS, em regime de vestibular | Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde

“Este momento para mim é muito significativo. Começo a me dar conta que estou à frente de uma área de ensino que busca a qualidade em tudo que faz para que tenhamos profissionais de qualidade e isso me enche de orgulho. Paralelamente à assistência – que é a nossa prioridade no momento – temos que fortalecer a ESCS e o ensino”, afirmou o secretário de Saúde, general Pafiadache, em seu discurso na solenidade. Em respeito aos protocolos sanitários e aos decretos do GDF, o evento foi realizado virtualmente, sendo transmitido on-line aos docentes e graduandos.

Em 20 anos de existência, a ESCS já graduou 1.104 médicos e 424 enfermeiros, além de 134 mestres e 12 doutores

A ESCS é mantida pela Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde (FEPECS), criada em 2001 pela Lei Distrital nº 2.676. Ao longo dessas duas décadas de trajetória educacional, a faculdade chegou a estar entre as oito melhores instituições de medicina do Brasil e obteve nota máxima no último Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE), realizado em 2019. A pesquisa de 2020 foi adiada devido à pandemia do novo coronavírus.

A coordenadora do curso de medicina da ESCS, Marcia Cardoso, foi a responsável pela abertura da mesa da solenidade. Em sua saudação, reforçou a contribuição da SES em acolher os estudantes nas unidades da rede como parte do aprendizado e análise de realidade ao longo dos cursos. “Nesses 20 anos de existência nós entregamos à sociedade mais de mil médicos com formação baseada em valores e preceitos éticos e profissionais comprometidos com o princípio do SUS e da comunidade. Parabenizo a todos que contribuíram com essa trajetória de sucesso”, discursou.

Uma mensagem do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, relembrou a memória do idealizador da Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde e, à época, Secretário de Saúde do DF, Jofran Frejat, falecido recentemente

Ainda durante a solenidade, a diretora da Escs, Marta David Rocha, agradeceu o apoio do secretário. “A sua presença aqui reforça a parceria da ESCS com a SES no ensino e na educação em saúde a nível de graduação e pós-graduação, extensão e pesquisa. Nosso compromisso hoje não é só com os que aqui estão, é também com os que virão”, declarou.

Uma mensagem do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, também foi transmitida no evento. Em seu rápido discurso, Ibaneis relembrou a memória do idealizador da FEPECS e, à época, Secretário de Saúde do DF, Jofran Frejat, falecido recentemente.

Ingresso

Por ano, são ofertadas 80 vagas para o curso de Medicina e outras 80 vagas para o curso de Enfermagem da ESCS, em regime de vestibular. O candidato poderá optar por concorrer pelo Sistema Universal (48 vagas/curso) ou pelo Sistema de Cotas (32 vagas/curso), que reserva 40% das vagas para quem cursou todas as séries do Ensino Fundamental e Médio em escolas vinculadas à Secretaria de Educação do DF.

Os Cursos de Medicina e Enfermagem da ESCS são ministrados em horário integral e não permitem transferência.

 

*Com informações da Secretaria de Saúde