6/10/21 17:56
Atualizado em 6/10/21 às 18:21

Brasília se prepara para receber atletas de todo o país

Em entrevista, a secretária de Esporte e Lazer fala sobre o que está sendo feito para a realização dos Jogos Universitários Brasileiros na capital

Se você pensa que só os atletas estão nos preparativos para os Jogos Universitários Brasileiros – Brasília 2021, que ocorrerão de 10 a 18 de outubro, pensou errado. Enquanto eles treinam, o Governo do Distrito Federal (GDF) e a Confederação Brasileira de Desportos Universitários (CBDU) estão a todo vapor para a realização do evento.

“Estamos na contagem regressiva para o início dos JUBs e na expectativa de entregar o melhor evento possível para nossos universitários”Giselle Ferreira, secretária de Esporte e Lazer

A Secretaria de Esporte e Lazer (SEL) é responsável por administrar, coordenar e promover o esporte por todo o Distrito Federal, e por isso é parceira fundamental para execução dos JUBs. Em entrevista, a secretária de Esporte e Lazer do DF, Giselle Ferreira, fala sobre os preparativos.

Estamos a poucos dias para os JUBs Brasília 2021. Como estão os preparativos da secretaria para o evento? Quantas pessoas estão envolvidas diretamente?

Giselle Ferreira – A SEL trabalha em conjunto com outros órgãos, como as secretarias de Saúde, de Segurança Pública, de Transporte e Mobilidade, de Comunicação, de Turismo e Serviço de Limpeza Urbana (SLU), e também com administrações regionais do DF e governo federal. São centenas de pessoas envolvidas em fazer um grande evento esportivo, com excelência, nas instalações esportivas com segurança, infraestrutura adequada e organização.

A secretária de Esporte e Lazer, Giselle Ferreira, destaca o papel do evento como propulsor do turismo | Foto: Acácio Pinheiro/Agência Brasília

Devido à sua magnitude, os JUBs também significam um enorme desafio. Qual foi o maior deles até agora para vocês? E como foi resolvido?

GF – Estamos na contagem regressiva para o início dos JUBs e na expectativa de entregar o melhor evento possível para nossos universitários. Entre muitos desafios, sem dúvida, o maior é o de receber, na nossa cidade, os 4,5 mil participantes, entre atletas, árbitros, voluntários e oficiais, de forma segura. Para isso, cumpriremos todos os protocolos de segurança exigidos. Outro grande desafio é a infraestrutura, adequar as 16 modalidades esportivas e paradesportivas em nove dias de competição, além de várias outras metas a serem vencidas. Mas, com o nosso time da SEL trabalhando diariamente e cuidando de cada detalhe, tenho certeza que iremos realizar os JUBs com muito sucesso.

Como funcionou a logística para a escolha dos locais de competições ?

“Brasília já demonstrou capacidade de realizar grandes eventos esportivos, como a Copa do Mundo de 2014 e diversos campeonatos internacionais”Giselle Ferreira, secretária de Esporte e Lazer

GF – Cada modalidade exige uma infraestrutura que se adeque às suas necessidades, como o piso, tamanho de quadra, espaços abertos e acessibilidade, entre tantos outros fatores. Sendo assim, a equipe de produção da SEL visitou todos os locais no DF para competições e fez o levantamento de cada um e o que melhor oferece. Serão 17 locais de competição, como ginásios, clubes, escolas e universidades.

O que os participantes do evento podem esperar encontrar em Brasília? Como a cidade está se preparando de forma geral?

GF – Estamos muito confiantes com o trabalho realizado por todo o GDF para receber os participantes. Brasília já demonstrou a capacidade de realizar grandes eventos esportivos, como a Copa do Mundo de 2014 e diversos campeonatos internacionais. Os visitantes vão encontrar uma cidade preparada com todas as medidas de combate à covid-19 e uma gente muito receptiva. O brasiliense torce e prestigia o esporte e participa ativamente das competições.

E as expectativas para receber o maior evento esportivo universitário da América Latina, como estão?

GF – Cumprindo a orientação do governador Ibaneis Rocha de tornar o DF a capital do esporte, comemoramos a escolha da cidade para sediar os jogos. Isso porque as competições vão aquecer o segmento de eventos e outras atividades econômicas. Os eventos esportivos são um propulsor do nosso turismo. A previsão de ocupação hoteleira é de 33 mil quartos na capital federal. Os ganhos com os JUBs irão além do esporte porque, durante 10 dias de realização do evento, serão cerca de R$ 11 milhões injetados na economia local por meio de hotelaria, transporte, alimentação e outros itens. E, acima de tudo, a volta das competições esportivas, com toda a segurança exigida. O retorno da prática esportiva tão importante para a população, a melhora da qualidade de vida, da saúde física e mental, afinal, esporte é saúde.

Serviço
Jogos Universitários Brasileiros – Brasília 2021
De 10 a 18 de outubro
Abertura: dia 11 de outubro, às 19h, no Centro Internacional de Convenções do Brasil
Assessoria de Comunicação: SCS Ed. Luiz Carlos Botelho, quadra 4, bloco A, 7º andar, telefone 4042-1828 ramal 2015. O credenciamento de imprensa é feito pela CBDU.

*Com informações da Secretaria de Esporte e Lazer do DF