12/10/21 17:34
Atualizado em 13/10/21 às 10:08

Concretagem do viaduto fica pronta até o fim do mês

Obra chegou a 50% de execução e previsão é entregar em julho de 2022. GDF investe R$ 30,9 milhões e gera 400 empregos

Com uma grande extensão, a laje do elevado do viaduto está sendo concretada em duas etapas e, após concluída está fase, será iniciada a escavação do túnel | Fotos: Tony Oliveira/Agência Brasília

Até o fim deste mês, a obra do viaduto do Recanto das Emas chega à metade. Nesta terça-feira (12), foi finalizada a concretagem da primeira fase da laje do elevado. Agora terá início a segunda fase, que está prevista para ficar pronta no dia 31 de outubro. Dentro do cronograma, a previsão do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) – responsável pela construção – é de que o viaduto seja entregue à população em julho de 2022. O órgão avalia que aproximadamente 200 mil motoristas sejam diretamente impactados pelo equipamento.

“O restante do trabalho será feito até o final do mês. O que deixa todos animados. É mais uma etapa que estamos terminando. As próximas são escavação e pavimentação”Eli Câmara, engenheiro do DER

“A laje tem o lado A e o lado B. Hoje, estamos concretando o lado A. Assim que finalizarmos, vamos começar a montar a armadura do lado B”, afirma Guízella Paloma, que integra a equipe de engenharia da construção. Segunda ela, a concretagem foi feita em duas etapas devido à grande extensão e pela existência de uma junta de dilatação, que impede a colocação do concreto em uma única fase. A técnica explicou ainda que a próxima etapa será o grampeamento do solo e, a seguir, a escavação do túnel.

De acordo com Eli Câmara, engenheiro do DER, responsável direto pela obra, na concretagem da primeira fase foram colocados 850 metros cúbicos de concreto, que correspondem à metade da laje. “O restante do trabalho será feito até o final do mês. O que deixa todos animados. É mais uma etapa que estamos terminando. As próximas são escavação e pavimentação”, explica Eli.

Para o administrador do Recanto das Emas, Carlos Dalvan, o ritmo da obra agrada moradores da região. “A comunidade está otimista porque a cada dia que passa podemos ver a obra em estágios mais definidos. As melhorias, as intervenções já estão proporcionando impacto positivo no trânsito”, avalia.

A obra foi iniciada em maio deste ano pela construção das marginais para o desvio dos carros. A pista do lado do Riacho Fundo II está pronta e o trânsito liberado, o que melhora o fluxo de veículos.

Além do Recanto das Emas e do Riacho Fundo, serão beneficiadas as cidades de Samambaia, Gama e Santa Maria, e algumas cidades do entorno do DF. O investimento na construção do viaduto é de R$ 30,9 milhões e está gerando 400 empregos.

Galeria de Fotos

Concretagem do viaduto do Recanto das Emas fica pronta este mês