10/11/21 16:34
Atualizado em 10/11/21 às 19:59

Vem aí o Dia D da vacinação contra a covid-19

Para alcançar quem ainda não procurou os pontos de vacinação, as equipes da Saúde irão até as principais feiras e na Estação Central do Metrô

A Secretaria de Saúde vai promover o Dia D da Campanha de Vacinação contra a covid-19 no Distrito Federal. No dia 20 de novembro, as equipes da pasta farão uma busca ativa em nove feiras populares e na Estação Central do Metrô, localizada na Rodoviária do Plano Piloto. O objetivo é alcançar 257.717 pessoas que ainda não iniciaram o ciclo vacinal com a primeira dose ou dose única.

Durante o Dia D também serão ofertadas a segunda dose e as doses de reforço e adicional. Nesse caso, a população será atendida nas unidades básicas de saúde.

“Com esta mobilização, a secretaria pretende sensibilizar a população em seus ambientes comuns, como feiras, rodoviária e unidades básicas de saúde, que a vacina é um bem popular de fácil acesso, e gratuito. Basta apenas uma ação de boa vontade para que o cidadão se proteja e garanta a sua vida e a do próximo. Por isso, essa ação em feiras populares”Divino Valero, subsecretário de Vigilância à Saúde

Confira a programação:
– Feiras populares e Rodoviária do Plano Piloto: primeira dose para quem tem 18 anos ou mais
– Unidades básicas de saúde: primeira dose para adolescentes, segunda dose para todo o público vacinável que está no prazo da D2 e doses de reforço e adicional.

A lista com os locais será divulgada ainda nesta semana pela Secretaria de Saúde.

Mobilização

O Dia D trata-se de uma ação do Governo do Distrito Federal envolvendo a Secretaria de Saúde, as administrações regionais, as administrações das feiras e do Metrô-DF.

“O objetivo do Dia D é buscarmos, de forma didática e pedagógica, pessoas que ainda não iniciaram o processo de imunização. Estimamos que aproximadamente 250 mil pessoas de 12 anos ou mais ainda não tomaram a primeira dose”, explica o subsecretário de Vigilância à Saúde, Divino Valero.

Ainda de acordo com Divino, “com esta mobilização, a secretaria pretende sensibilizar a população em seus ambientes comuns, como feiras, rodoviária e unidades básicas de saúde, que a vacina é um bem popular de fácil acesso, e gratuito. Basta apenas uma ação de boa vontade para que o cidadão se proteja e garanta a sua vida e a do próximo. Por isso, essa ação em feiras populares”, afirma.

Ação volante

Durante a ação volante, as equipes irão orientar aqueles que já estão no prazo para a D2 ou adolescentes que não receberam a D1 a procurarem as UBSs mais próximas. Essa orientação também será passada aos idosos e profissionais de saúde que completaram o ciclo vacinal com duas doses há pelo menos seis meses.

Hoje, a cobertura vacinal do DF está em 87,74% com a primeira dose e 68,74% com a segunda dose ou dose única.

Busca ativa

A busca ativa é uma forma de levar a vacina até aqueles que, por algum motivo, não puderam ir aos pontos de vacinação. A Secretaria de Saúde tem doses de vacina disponíveis para aplicação da primeira dose em toda a população que ainda não recebeu o imunizante.

Já para aqueles que iniciaram o ciclo vacinal e estão no prazo para a D2, as vacinas estão garantidas. Lembrando que a segunda dose da CoronaVac é aplicada entre 14 e 28 dias após a primeira dose. Já a D2 da vacina Pfizer-BioNTech e AstraZeneca é aplicada 56 dias após a primeira dose, ou seja, é importante conferir o cartão de vacina.

*Com informações da Secretaria de Saúde