Fale com o Governo Ações em Destaques

27/2/22 às 14:00, Atualizado em 27/2/22 às 14:27

Força-tarefa vistoria 82 comércios e flagra desrespeito aos protocolos

Foram aplicadas 31 multas por aglomeração e 32 por poluição, além de 25 interdições. As principais ações ocorreram no Gama, na Asa Norte, em Ceilândia e Sobradinho

Adriana Izel, da Agência Brasília | Edição: Claudio Fernandes

Com o intuito de garantir o cumprimento do Decreto nº 42.898 (que proíbe a realização de festas e eventos carnavalescos) e coibir aglomerações em meio à pandemia, as forças de segurança e os órgãos do GDF estão nas ruas desde sexta-feira (25) fiscalizando áreas públicas e estabelecimentos comerciais.

Um bar na 201 Norte foi interditado pela fiscalização por infringir as normas dos decretos; o local ficará 15 dias fechado e terá que pagar multa de R$ 4 mil | Fotos: Joel Rodrigues/Agência Brasília
“São ações de fiscalização, principalmente, de eventos carnavalescos, seja em área pública, seja em área privada, porque os eventos de Carnaval estão proibidos, mesmo que sejam realizados em bares e restaurantes” - Francinaldo Oliveira, subsecretário de Fiscalização de Atividades Econômicas da DF Legal

“São ações de fiscalização, principalmente de eventos carnavalescos, seja em área pública, seja em área privada, porque os eventos de Carnaval estão proibidos mesmo que sejam realizados em bares e restaurantes. O estabelecimento que insistir [na realização dos eventos carnavalescos] será multado. Se houver aglomeração, corre o risco de ser interditado”, explica o subsecretário de Fiscalização de Atividades Econômicas da DF Legal, Francinaldo Oliveira. “Se o show ou o evento não tiver característica de carnaval, ele pode acontecer, desde que seja gratuito e observe os protocolos sanitários”.

No sábado (26), segundo dia de força-tarefa, houve 82 vistorias em estabelecimentos comerciais. Foram aplicadas 31 multas por motivos de aglomeração e falta de protocolo, além de , 25 interdições por descumprimento dos decretos de combate à covid-19. Por poluição sonora, foram multados 32 estabelecimentos .

As principais ações ocorreram no Gama, na Asa Norte, em Ceilândia e Sobradinho. Na Asa Norte, as equipes passaram por estabelecimentos nas quadras 201, 206, 408, 211 e 215. Um bar na 201 Norte foi interditado por infringir as normas dos decretos. O local ficará 15 dias fechado, e os proprietários terão que pagar uma multa de R$ 4 mil.

Durante a força-tarefa, a Polícia Militar registrou 618 ocorrências, apreendeu quatro armas de fogo, mais de 18 quilos de maconha, 100 gramas de cocaína, além de dez comprimidos de Rohypnol, 276 comprimidos de ecstasy e algumas porções de crack

“Tinha muitas pessoas em pé dançando, sem [fazer] uso de máscaras; não havia álcool [em gel] disponível para a quantidade de pessoas. No momento da pandemia, todos os estabelecimentos têm que ter responsabilidade não só com os seus, mas com os clientes que utilizam e podem se contaminar”, afirma o auditor do DF Legal, Admar Menezes.

Abordagens

Ainda durante a força-tarefa, a Polícia Militar registrou 618 ocorrências, apreendeu quatro armas de fogo, mais de 18 quilos de maconha e 100 gramas de cocaína, além de dez comprimidos de Rohypnol, 276 comprimidos de ecstasy e algumas porções de crack. Foram empregados 655 policiais militares na operação.

Polícia Militar nas ruas na noite de sábado (26): força-tarefa do GDF segue até terça-feira (1º/3)

Ao todo, foram flagrados 198 condutores alcoolizados, por meio de ações da PMDF e do Departamento de Trânsito do DF (Detran). As duas forças autuaram, ainda, 58 condutores inabilitados, três motoristas com a habilitação vencida e um com o direito de dirigir suspenso.

O Detran também registrou mais 72 ocorrências de infrações diversas, como veículo não licenciado, falta de equipamento obrigatório e problemas na parte elétrica. Ao todo, foram 16 veículos removidos ao depósito. O Detran atuou com 50 agentes de trânsito em pontos de bloqueio em Taguatinga, Ceilândia, Sobradinho e Asa Sul.

Ação

A força-tarefa de Carnaval segue até terça-feira (1º/3). Participam de forma integrada as secretarias de Segurança Pública (SSP), de Proteção da Ordem Urbanística (DF Legal) e de Transporte e Mobilidade (Semob), além das polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros, Detran, Brasília Ambiental, Procon e Vigilância Sanitária.

As ações ocorrem simultaneamente nas áreas monitoradas por seis comandos de policiamento regional (CPRs), sempre das 18h às 2h. Além da força-tarefa, a DF Legal tem feito outras operações durante o feriado no período da manhã e da tarde, com mais seis equipes.

*Com informações da SSP

Força-tarefa vistoria 82 comércios e flagra desrespeito aos protocolos

Últimas Notícias