Fale com o Governo Ações em Destaques

31/5/22 às 19:49

Parceria com sociedade civil vai reforçar atendimento socioassistencial

Edital para contratação de entidade que vai ampliar a capacidade de preenchimento e atualização do Cadastro Único deve ser finalizado até agosto

Agência Brasília* | Edição: Claudio Fernandes

O edital de chamamento público que visa firmar parcerias para reforçar o atendimento à população a ser inscrita e também atualizada no Cadastro Único (CadÚnico) está previsto para ser concluído até agosto. O certame ficou suspenso no Tribunal de Contas do Distrito Federal por aproximadamente um mês e, após a liberação, ele retoma a fase recursal de habilitação. Desde a publicação, em maio de 2020, foram analisadas sete organizações da sociedade civil (OSCs).

“Trabalhar com parcerias é uma das medidas que tomamos para trazer celeridade aos atendimentos” Mayara Noronha Rocha, secretária de Desenvolvimento Social

Caberá à entidade a implantação de 14 novos postos de atendimento exclusivo do Cadastro Único no Distrito Federal. A entidade contratada será responsável pela implantação e manutenção, além de realizar entrevistas padronizadas com as famílias de baixa renda e ou em situação de vulnerabilidade, conforme as normativas do Ministério da Cidadania. A vigência do termo de colaboração será de um ano, podendo ser prorrogado por igual período.

A organização deverá contratar uma equipe mínima de 122 funcionários para dedicação exclusiva do CadÚnico. A meta de atendimentos foi estruturada da seguinte forma: durante a fase inicial da execução dos trabalhos, o entrevistador social realizará cinco registros cadastrais ao dia; já na fase de execução plena, serão dez registros cadastrais diários, tendo como meta o atendimento de mais de 202 mil pessoas no período de um ano.

“Trabalhar com parcerias é uma das medidas que tomamos para trazer celeridade aos atendimentos”, enfatizou a secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha, durante entrevista na tarde desta terça-feira (31) à Record TV.

“Inicialmente, foram realizadas contratações de 800 servidores, o que representa 60% da secretaria; foram inauguradas novas unidades socioassistenciais; estão sendo realizados mutirões de atendimento nos demais órgãos do GDF; foi criada uma equipe volante que realiza intervenções nas comunidades. Tudo isso são medidas para reduzir filas e alcançar aqueles que estão em vulnerabilidade”, complementou a gestora.

O Cadastro Único é a principal ferramenta da Política de Assistência Social para que as famílias acessem benefícios, serviços, projetos e programas socioassistenciais.

*Com informações da Secretaria de Desenvolvimento Social

Últimas Notícias